AGÊNCIAS DE CHECAGEM SILENCIAM SOBRE FAKE NEWS DA ‘PRIVATIZAÇÃO DO SUS’

Mentira inviabilizou PPPs para concluir 4.168 unidades de saúde inacabadas e compartilhar gestão com organizações sociaisAs autodenominadas “agências de checagem de fake news” ignoraram solenemente a mentira difundida por políticos de oposição e a mídia de que o governo iria privatizar o Sistema Único de Saúde (SUS).
A mentira inviabilizou o decreto que previa parcerias público-privadas para concluir 4.168 unidades de saúde inacabadas, além de compartilhar a gestão com organizações sociais, como Sírio Libanês e Albert Einstein fazem com êxito. Tudo sob o silêncio dos que se dizem “em busca da verdade”.
O decreto autorizava estudos para adotar em nível nacional experiências bem-sucedidas de São Paulo, Goiás e Distrito Federal, por exemplo.
Uma agência faz checagem no WhatsApp e sugere busca por cloroquina, mas questionada sobre a privatização do SUS, “não sabe responder”.
Uma busca rápida mostrou que agências estavam mais empenhadas em desmentir o boato sobre “marcha para satanás” de partidos de esquerda.
Fonte: Coluna do Cláudio Humberto

Postar um comentário

0 Comentários