ANVISA NEGA ATRASO EM INSUMOS DA CORONAVAC E APONTA ‘INCONSISTÊNCIAS’ EM PEDIDO

Por Brehnno Galgane
Após Butantan reclamar na quinta-feira (22/10) de atraso da Anvisa para a importação de insumo do laboratório chinês Sinovac, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária negou nesta sexta-feira (23/10) que tenha atrasado o processo de liberação de insumos para a produção da vacina Coronavac pelo Instituto Butantan.
Conforme noticiou a CNN Brasil, a Anvisa afirmou em nota que “foram identificadas discrepâncias” no pedido e que essas questões foram comunicadas ao Instituto Butantan.
“Informamos ainda que, no mesmo processo dos insumos, encontra-se o pedido de autorização excepcional para importação de vacina na forma de seringa preenchida e na forma de um produto intermediário (…) É importante esclarecer que são produtos em condições sanitárias diferentes”, disse a agência.
A nota diz ainda que a Anvisa colocou o pedido de importação das vacinas já envasadas do Instituto Butantan sob análise por meio de uma ferramenta eletrônica, sem necessidade de uma reunião presencial, para “tornar mais rápido os processos relacionados com todas as vacinas passíveis de registro”.
“Para não haver perda de tempo, o processo foi desmembrado e as vacinas envasadas terão sua análise feita no prazo máximo de até cinco dias úteis, separadamente da análise do pedido de insumos, pela ferramenta já descrita”, diz a agência, ressaltando que, originalmente, o processo seria analisado no dia 4 de novembro, para que houvesse tempo para esclarecimento das discrepâncias.
“Assim sendo, não há nenhum tipo de retardo/atraso/morosidade por parte da Anvisa. A análise foi feita e as discrepâncias foram encaminhadas para o laboratório a fim de serem solucionadas”, completou a agência.
Fonte: Terça Livre

Postar um comentário

6 Comentários

  1. UMA VERGONHA AGORA OS PARTIDOS POLITICOS DO CRIME ORGANIZADO IRÁ PROCURAR O BALCAO DE NEGOCIO DO CRIME ORGANIZADO

    ResponderExcluir
  2. Uma pergunta, como a vacina que o Doris quer empurrar nos brasileiros já estava pronta e embalada desde abril na China para ser enviada aqui para o Brasil?

    ResponderExcluir
  3. Uma pergunta, como a vacina que o Doris quer empurrar nos brasileiros já estava pronta e embalada desde abril na China para ser enviada aqui para o Brasil?

    ResponderExcluir
  4. A ANVISA vai perder toda credibilidade ao autorizar a vacina chinesa! Vão jogar dinheiro público fora! A grande maioria da população não vai se vacinar!
    Qualquer especialista em epidemias, sabe perfeitamente que uma vacina leva tempo para ser concluída!

    ResponderExcluir
  5. A ANVISA ao liberar a vacina chinesa, ficará desacreditada!
    Dinheiro público jogado fora!
    A grande maioria da população não vai se vacinar!

    ResponderExcluir
  6. A ANVISA vai perder toda credibilidade ao autorizar a vacina chinesa! Vão jogar dinheiro público fora! A grande maioria da população não vai se vacinar!
    Qualquer especialista em epidemias, sabe perfeitamente que uma vacina leva tempo para ser concluída!

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.