21 MIL MORTOS CONSTAM NA LISTA DE ELEITORES DA PENSILVÂNIA

De acordo com informações levantadas pela Public Interest Legal Foundation (PILF) cerca de 21 mil mortos constam como eleitores na Pensilvânia, Estado-chave que tem o poder de definir a eleição dos EUA. A PILF moveu uma ação na Justiça contra a Pensilvânia (governada pelos democratas) alegando que o estado falhou em “manter razoavelmente” seus registros de eleitores atualizados para as eleições presidenciais conforme manda as leis federais e estaduais.
O atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump já afirmou que o resultado das urnas deverá ser decidido pela Suprema Corte dos EUA’.
“A Pensilvânia deixou os nomes de mais de 21.000 indivíduos mortos nas listas de eleitores menos de um mês antes de uma das eleições gerais mais importantes para detentores de cargos federais em muitos anos”, ressaltou a PILF, na ação.
Ainda segundo o processo, cerca de 92% dos 21 mil mortos nas listas eleitorais da Pensilvânia morreram antes de outubro de 2019.
Veja o que falou um supervisor republicanos em Michigam.
Fonte: Gazeta do Brasil

Postar um comentário

0 Comentários