GUEDES: ‘SE HOUVER 2º ONDA DA COVID-19, PRORROGAÇÃO DO AUXÍLIO EMERGENCIAL É CERTEZA’

O ministro da Economia Paulo Guedes afirmou que, caso uma 2ª onda da pandemia da Covid-19 atinja o Brasil, o governo pode recriar o auxílio emergencial em um valor menor do benefício.
Existe possibilidade de prorrogar auxílio emergencial? Se houver segunda onda, não é uma possibilidade, é uma certeza”, disse em evento virtual da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) nesta quinta-feira (12).
No entanto, Guedes explicou que no caso de uma segunda onda, o benefício provavelmente seria em valor menor aos R$ 600, repassados no início da pandemia, a partir de abril.
Se vier uma segunda onda da pandemia, vamos decretar o Estado de Calamidade Pública de novo e vamos recalibrando os instrumentos e ter que recriar. Ao em vez de aumentarmos a dívida em 10% do PIB, como este ano, vamos aumentar em 4% do PIB”.
Fonte: Gazeta do Brasil

Postar um comentário

2 Comentários

  1. Antes da segunda onda da " covid "faça a reforma política. São muitos políticos dando PREJUÍZOS para nós brasileiros e mamando nas tetas do povo brasileiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pena que não é o Guedes que faz a reforma política, isso parte do próprio congresso nacional, ou seja nunca vai haver, se o povo não ir para as ruas!

      Excluir

Obrigado pela sugestão.