TERCEIRO CONDADO DA GEÓRGIA DÁ MAIS VOTOS A TRUMP NA RECONTAGEM

Por Leonardo Trielli
Desculpa dada é que um scanner falhou, enquanto outro não. MAS NÃO HÁ PROVAS DE FRAUDE NAS ELEIÇÕES AMERICANAS FAKE NEWS, IMAGIIIIIINA
A auditoria da contagem de votos das eleições no estado da Geórgia descobriu mais uma falha que – surpresa! – prejudicou Donald Trump. Foram encontradas 284 cédulas que não haviam sido contabilizadas no condado de Walton.
Segundo a presidente do conselho eleitoral do condado, Lori Woods, a falha ocorreu porque um dos dois scanners do distrito central não funcionou direito. As informações são do jornal local Walton Tribune.
O condado não foi o primeiro a apresentar falhas ou problemas que diminuíram a quantidade de votos para os Republicanos.
Em Fayette, um cartão de memória com 2.755 votos foi encontrado sem ter sido contabilizado. Os números oficiais ainda não foram divulgados no site do condado. A comissão eleitoral irá se reunir na manhã de quinta-feira, 19.
O funcionário eleitoral da Secretaria de Estado da Geórgia, Gabriel Sterling, fez um pronunciamento dizendo que eles descobriram o erro após verificarem que o número registrado de eleitores que votaram era maior do que o número de cédulas contabilizadas.
Em Floyd, outras 2600 cédulas não contabilizadas foram encontradas após o final da primeira apuração. O Conselho Eleitoral do condado enviou um comunicado à Fox News afirmando que houve um “problema técnico causado por erro humano.”
Fonte: Senso Incomum

Postar um comentário

0 Comentários