HERMETO INFORMA SOBRE ARQUIVAMENTO DE PROCESSO CONTRA ELE

O deputado Hermeto (MDB) veio a público, durante a sessão da Câmara Legislativa desta quarta-feira (2), para informar sobre o arquivamento de processo contra ele que investigava crimes relacionados à Lei Maria da Penha. “Um ano e três meses, em que mantive silêncio, após ter sido massacrado e ter exposta a minha vida pessoal em todos os veículos de comunicação, venho esclarecer e atualizá-los sobre a manifestação judicial que pôs fim, no dia de ontem, às acusações que me foram imputadas”, declarou.
Segundo o parlamentar, que se emocionou em vários momentos de sua fala, o processo que envolvia sua ex-mulher teria “pretensões políticas”. Ele ainda evidenciou que, “além do arquivamento, todas as medidas protetivas que haviam sido determinadas foram revogadas”, lembrando que, apesar da relevância da Lei Maria da Penha, “muitas vezes, a norma tem sido manipulada por mulheres que fazem falsas denúncias para fazer valer suas vontades”. Hermeto colocou-se totalmente a favor da Maria da Penha e solidarizou-se “com homens que, assim como eu, foram vítimas, injustiçados e difamados por mentiras”.
O deputado solicitou ainda sua recondução à CPI do Feminicídio da Câmara Legislativa. “Fui obrigado a deixar a comissão em meio às denúncias. Mas, diante das conclusões do processo judicial, reconhecendo que não cometi crime algum, acredito que posso contribuir com o colegiado, mesmo que esteja em fase avançada”, afirmou. Para ratificar, Hermeto lembrou passagens do seu período na Polícia Militar do DF: “Em várias situações, resgatei mulheres das mãos de maridos agressores”. 

Postar um comentário

0 Comentários