NOVO MINISTRO DO TURISMO DESMENTE FALSA NARRATIVA CRIADA PELA CNN

Novo ministro já e apelidado de Tramontina. Veja o motivo.
Aliado do presidente Jair Bolsonaro desde a pré-campanha, o novo Ministro do Turismo, Gilson Machado, perdeu a paciência com as perguntas descabidas da jornalista Monalisa Perrone e seu colega de bancada, Caio Junqueira, no jornal da CNN Brasil. 
Durante a primeira entrevista concedida para a televisão brasileira, que apresentava o presidente da Embratur como novo mandatário da pasta, Monalisa, assim como fez com o ex-ministro da educação, Abraham Weintraub, tentou constranger Machado sobre mudanças frequentes em cargos do alto escalão e o aumento de casos de contágio da covid-19. 
Com um tom de voz nada educado, como é de costume da âncora, ela partiu pro ataque e perguntou por que razão o Governo Federal trocava tanto de ministro: 
“Ministro, falando em troca, é a 15° troca no primeiro escalão do presidente Jair Bolsonaro. Décima quinta. O senhor, agora, então, nesse primeiro escalão, como ministro do turismo. Eu gostaria que o senhor falasse, então, pra todos os que nos escutam, que nos acompanham no país inteiro, o que o senhor está acompanhando sobre o aumento de casos da covid-19? Ontem, o maior número de casos desde a segunda semana de agosto”. 
Sereno, Gilson Machado, que também é veterinário, produtor rural e empresário do ramo de hotelaria, respondeu: 
“Eu posso te fazer uma pergunta também? Nos últimos três governos, nos primeiros dois anos, qual foi o governo que menos trocas houve no primeiro escalão?” 
Como não sabia a resposta, Monalisa fez um silêncio, gaguejou e, por fim, respondeu: 
“Ministro, o que passou não é assunto desta entrevista. Assunto desta entrevista...” 
Gilson, imediatamente, “cortou” a “jornalista” e ironizou: 
“Ah, tá”, retrucou, deixando a apresentadora sem resposta. 
Em seguida, foi a vez do também “sem noção” Caio Junqueira tentar “emplacar um gol” no ministro: 
Eu tenho uma dúvida: na conversa que o presidente Jair Bolsonaro teve com o senhor, ontem, ao confirmar a sua indicação, ele deu alguma sinalização de que o senhor fica, em tese, até o final do mandato ou se é um cargo interino; tendo em vista que o Ministério do Turismo vem sendo aventado como possível ‘moeda de troca’ ali com o Congresso Nacional?”, indagou. 
Notando que o jornalista insinuava uma fake news, Machado deu uma “bronca”: 
Você foi muito feliz agora, quando você falou a palavra “moeda de troca”. Isso não existe no nosso governo. Isso daí você está vivendo em outro planeta!! Hoje, no nosso governo, a palavra “moeda de troca” não existe. Pra você ver que eu tô aqui. Eu não sou político. Sou um técnico, do trade, do ramo da hotelaria. E, se fosse “moeda de troca”, quem estaria sentado aqui era um político e não eu”, disparou. 
Confira:
Fonte: JCO

Postar um comentário

0 Comentários