PARTIDO COMUNISTA CHINÊS TERÁ 2 MILHÕES DE INFILTRADOS NAS ALTAS ESFERAS DO PODER OCIDENTAL


Um arquivo secreto enviado ao The Daily Mail (Reino Unido), The Australian (Austrália), De Standaard (Bélgica) a um editor sueco, ainda não identificado, regista 1,95 milhões de nomes pertencentes ao Partido Comunista Chinês que estarão infiltrados nas várias camadas da sociedade civil, incluindo grandes corporações e alta política, do mundo ocidental.
O anúncio foi feito pela jornalista australiana Sherri Markson, editora política do The Daily Telegraph, no seu programa da Sky News Australiana: “Houve uma fuga de informação de registos oficiais do Partido Comunista Chinês. Acredita-se que seja o primeiro no mundo com esta dimensão.”. 
Entre as grandes corporações envolvidas, estão as farmacêuticas Pfizer e AstraZeneca – ambas actualmente envolvidas na produção de vacinas contra a COVID-19. No que respeita a banca, destaca-se o ANZ (Grupo bancário da Austrália e Nova Zelândia), cujo porta-voz já veio desvalorizar o problema, em declarações ao The Australian, alegando que “o banco não interfere no envolvimento dos seus funcionários em grupos políticos.”. Mais preocupante ainda, é a suspeita de espionagem militar, já que “a base de dados também revelou membros do Partido Comunista Chinês a trabalhar em companhias globais como a Boeing – que tem milhares de milhões de dólares em contractos de defesa.
O Daily Mail reporta que mais de 600 membros do Partido trabalham em 19 sucursais dos bancos britânicos HSBC e Standard Chartered e que consulados, universidades e grandes empresas do Reino Unido se encontram comprometidas.
Ainda não se sabe se esta fuga de informação poderá ou não esclarecer as alegadas conexões financeiras de Joe Biden com a China, por meio de seu filho, Hunter Biden. A base de dados foi extraída de um servidor de Xangai por dissidentes chineses, em Abril de 2016, e enviada a uma série de meios de comunicação em Setembro de 2020 – dois meses antes da eleição presidencial dos Estados Unidos da América. Só agora, porém, a imprensa lançou a notícia.
Fonte: Notícias Viriato

Postar um comentário

0 Comentários