REGISTRO DA VACINA DE OXFORD OCORRERÁ ATÉ DIA 15 DE JANEIRO

Por Artur Paiva
“Vamos produzir essa vacina de forma ininterrupta até quando os brasileiros precisarem ser vacinados”, afirma presidente da Fiocruz
Os documentos para o registro da vacina de Oxford contra a covid-19 na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) devem ser entregues até 15 de janeiro. A afirmação foi feita pela presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Nísia Trindade, nesta quarta-feira, 30, durante a cerimônia de entrega de R$ 20 milhões feita pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro à entidade para apoiar o combate ao coronavírus.
“O nosso registro já está sendo submetido com a perspectiva de entrega final de documentos até a data de 15 de janeiro”, explicou.
Segundo a executiva, o governo federal pretende usara vacina em quase 50 milhões de brasileiros dos grupos prioritários. “O plano nacional de vacinação do Ministério da Saúde prevê usar o imunizante nas três primeiras fases, que atenderão 49,6 milhões de pessoas de grupos prioritários, como trabalhadores de saúde, idosos e indígenas”, informou.
Desde junho, a Fiocruz trabalha em parceria com a Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca para desenvolver uma vacina para conter a pandemia de coronavírus. A entidade brasileira poderá fabricar o imunizante no país. “A Fiocruz produzirá em Bio-Manguinhos” disse Nise à Globonews. “Vamos produzir essa vacina de forma ininterrupta até quando os brasileiros precisarem ser vacinados”.
Fonte: Revista Oeste

Postar um comentário

0 Comentários