Banner Acima Menu INTERNAS

- PUBLICIDADE -

Aldo Rebelo diz que Moro conspirou contra Bolsonaro enquanto foi ministro

Por Joyce Brito
O ex-ministro e ex-deputado Aldo Rebelo disse, disse durante uma live transmitida ontem (18) no canal do pré-candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT) no YouTube, que Sergio Moro (Podemos) conspirou contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) assim que entrou no governo. “Não é secreta e invisível. É [conspiração] abertamente com os adversários do presidente”. Rebelo ainda disse que Bolsonaro percebeu o movimento e demitiu o ex-juiz. 
Para o ex-ministro da Defesa do governo Dilma Rousseff (PT), Moro não teria moralmente  autoridade para concorrer a presidente da República, estendendo o comentário aos procuradores do MPF (Ministério Público Federal) em Curitiba. “Essa gente deu o pior exemplo possível do que deve ser o comportamento do Judiciário e do MP 
Na sequência, Ciro afirmou que em “esse cidadão”, em referência a Moro, deveria responder “com muita força” pelo mal que causou ao Brasil, nas áreas política, institucional e econômica. “Em nenhuma hipótese você aceita um cargo de um governo que foi eleito por condenar um adversário”, declarou. “Em nenhuma hipótese sair do Ministério da Justiça e traficar informação trabalhando por dólar para uma empresa estrangeira, como visitas estranhíssimas a órgãos de segurança dos Estados Unidos.” 
Rebelo também declarou que a candidatura de Moro é consequência do empoderamento do Ministério Público pela Constituição. “A Constituinte foi feita muito próxima do fim do regime militar, onde essas forças procuraram uma vacina contra essa corporação poderosa que eram os militares”, afirmou.
Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo, através do nosso canal no Telegram! 
Leia também: Ex-advogada de Lula, nova juíza do TSE fala em proibir Telegram

Postar um comentário

0 Comentários