Banner Acima Menu INTERNAS

- PUBLICIDADE -

Operação Quinto Mandamento leva segurança a Sobradinho

Atividade visa prevenir os crimes contra a vida. Só em 2022, as forças já abordaram mais de 6,5 mil pessoas na ação
Na mesma semana em que Sobradinho abriga a oitava edição da Cidade da Segurança Pública (CSP), a região administrativa recebe a Operação Quinto Mandamento, que atuará também em Sobradinho II e Fercal. Coordenada pela Secretaria de Segurança Pública, a ação tem como objetivo reduzir os crimes contra a vida, com abordagens preventivas e repressivas.
A operação foi oficialmente iniciada na noite desta sexta-feira (6), com solenidade comandada pelo secretário de Segurança Pública, Júlio Danilo, na estrutura da CSP, nas proximidades da Galeria Central de Sobradinho.
“A expectativa é de que realmente a gente consiga reduzir os índices criminais. É uma fiscalização que integra as forças e traz segurança à nossa população”, destacou o secretário de Segurança Pública. Segundo Júlio Danilo, durante a passagem da Cidade da Segurança em Sobradinho, houve redução de 47% dos crimes. Com a Operação Quinto Mandamento, espera-se uma diminuição ainda maior.
Até domingo, um efetivo de 300 servidores estará atuando nas ruas. Participam da operação as polícias Militar (PMDF), Civil (PCDF) e Rodoviária (PRF-DF), o Departamento de Trânsito (Detran-DF), o Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF), a Secretaria DF Legal, o Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER-DF), o Brasília Ambiental (Ibram) e a Vigilância Sanitária.
A atuação é feita em subdivisões. A primeira é a fiscalização dos bares, onde avalia-se questões como o uso da área pública e a documentação. A outra vertente é a intensificação do policiamento na área. Também há a blitz de trânsito pela BR-020. A missão, em todas as circunstâncias, é combater e coibir ações criminosas.
“Fazemos o trabalho preventivo e repressivo, se for o caso. Esse policiamento vai aparecer por toda a cidade para garantir segurança e evitar ocorrências”, explicou o tenente-coronel Alexandre, comandante do 13° Batalhão da Polícia Militar. “Também fazemos um trabalho educativo de orientar a população, mas principalmente queremos garantir essa sensação de segurança”, acrescentou.
Histórico
Criada em julho de 2020 e parte do programa DF Mais Seguro, a operação acumula mais de 27 mil abordagens. Só em 2022, de janeiro até maio, foram 6.785.
As abordagens têm caráter preventivo e são parte da rotina policial. São feitas ações como apreensões de armas e drogas e recuperação de veículos, celulares e outros itens furtados ou roubados. O objetivo é resguardar a própria população.
A operação é desenvolvida com base em estudos de manchas criminais e relatórios de inteligência da Secretaria de Segurança Pública.

Postar um comentário

0 Comentários