Banner Acima Menu INTERNAS

BRB injeta mais de 32 bilhões em créditos para impulsionar economia

O Banco Regional de Brasília, com a nova gestão que vem desde o início de 2019, tem alcançado patamares jamais visto na capital federal.
Paulo Henrique que foi convocado para assumir o banco, teve a difícil missão de resgatar a sociedade de economia mista, colocando o BRB, uma empresa pública entre as maiores instituições financeiras do Brasil.
Com  implementações de inovações de créditos, o Banco Regional de Brasília foi um dos principais pilares para impulsionar a economia do DF em plena época de pandemia do Corona vírus.
Emprego e empresas
Para salvar empregos, o banco não mediu esforços para dar sustentação à empresas. Posição que fez o banco aumentar o crédito para pessoa jurídica em 483%, atendendo mais de 282 mil clientes e abrindo 8.186 novas contas. Com essa movimentação o banco tornou-se um dos principais parceiros do setor produtivo.
Cidadão e Consignado
Para o cidadão, o banco colocou taxas de crédito para pessoa física bem abaixo do mercado o que fez impulsionar o crédito em mais de 80,9% desde 2018. O BRB também ampliou a concessão de  crédito consignado, chegando a 200%, o que ajudou no impulsionamento da economia do DF. 
Negócio Imobiliário
Com as pessoas ficando mais tempo em suas residências durante a pandemia, o crédito imobiliário foi impulsionado e virou o grande triunfo do Banco de Brasília, chegando ao impulsionamento de 3.827%, o que colocou o banco em 1º lugar no DF e em 6º colocado no ranking brasileiro sobre concessão de crédito imobiliário concedidos, atingindo mais de 19,7 mil unidades financiadas de 2018 até junho de 2022, e foi aplicado mais de R$ 6,9 bilhões em crédito imobiliário.
Agronegócio
O agronegócio não ficou esquecido no DF e teve uma concessão de crédito de R$ 1.147 bilhões, situação que levou o banco a ter mais de 613 milhões de saldo na carteira. Ações que levaram o banco a ficar em 1º lugar no DF: Pronaf e Pronamp com mais de 131 milhões concedidos no DF.
Com esta gestão  bem sucedida, o BRB deixou seus concorrentes impressionados, o banco saiu de um capital de R$ 1,3 bilhões para R$ 12 bilhões em três anos e meio, uma valorização em mais de 1000%.
Programas sociais.
O banco vem desde de 2019 sendo um dos principais incentivador e financiador de programas sociais, impulsionando mais de 21 programas sociais, que juntos atingiram mais de 500 mil famílias

Postar um comentário

0 Comentários