Header Ads

FALTA DE EFETIVO NO CBMDF PODE AFETAR ATENDIMENTO A POPULAÇÃO

Com a finalidade de salvar vidas, o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal realiza o seu trabalho a despeito de um grave problema estrutural: atua com apenas 60% do contingente ideal. São em média 6 mil homens, quando a Lei Federal nº 12.086 de 6 de novembro de 2009, estipula uma tropa de 9.703 militares, proporcional à população de 2.400.000 mil habitantes. Desde a publicação da lei o Distrito Federal teve um aumento de 8% na população, saindo do ideal de 247 habitantes para 309 habitantes por Bombeiro, chegando aproximadamente aos 3 milhões de habitantes, mostrando assim defasagem no efetivo firmado pela lei 12.086.
Os quartéis operam diariamente com uma média de 30 homens. O efetivo diário ideal seria de 90 militares por quartel. Anualmente deveria entrar um total de 377 pessoas.
A Lei Federal nº 12.086/2009 assegura aos policiais militares e aos bombeiros militares da ativa promoções nas carreiras, além de estabelecer o efetivo da corporação no DF, proporcional à população. A norma fixa o contingente do Corpo de Bombeiros em 9.703 e da PM em 18.673 homens. O número, em ambos os casos, não considera militares na reserva, alunos ou aspirantes a oficiais. É importante frisar que os efetivos incluem funcionários do quadro administrativo e de saúde de cada uma das duas carreiras. A lei também determina, nos anexos, o efetivo para cada quadro de funcionário das forças da polícia e dos bombeiros
A tropa do Corpo de Bombeiros do DF envelheceu. A média de idade ideal da tropa deveria ser de 25 anos. Vale ressaltar que o número de militares indo para a reserva nos próximos 4 anos pode fazer o efetivo diminuir em aproximadamente 25%, vindo a prejudicar parcialmente o atendimento a população, ou seja, mesmo o Corpo de Bombeiro realizando concurso nos próximos 20 anos, não vai conseguir preencher o efetivo de 9.703 Bombeiros, mostrando que é primordial uma restruturação na lei que rege a entrada e a realização de um novo concurso pelo Corpo de Bombeiro do Distrito Federal que hoje depende de autorização do GDF para lançar o edital.

6 comentários:

  1. É isso mesmo!!! Precisamos do concurso do CBMDF. Precisamos dar um basta no que diz respeito a população pagar por falta de concursos... O último concurso foi em 2011, desde 2014 o concurso está autorizado e o Governo só enrola. Vale lembrar que o bombeiro não entra no decreto da Dilma por ser segurança pública e a verba para pagamento dos mesmo vem da União... #LiberaOEditalGovernador

    ResponderExcluir
  2. Esse edital tem que sair logo. Tanta gente se matando de estudar pra poder passar nesse concurso. Libera esse edital ai governador.

    ResponderExcluir
  3. Continuem estudando. Melhor lugar do mundo pra se trabalhar. Não vão se arrepender. Deve sair em breve.

    ResponderExcluir
  4. Ele vai liberar galera calma... mas só em 2017 !

    ResponderExcluir
  5. Acredito que essa questão de idade deveria ser melhor elaborada pois a qualidade de vida dos jovens, seus hábitos e seus processo de formação se estenderam até quase os 35 anos. Não estou puxando a sardinha pro meu lado até porque tenho 26 estou concluindo a graduação e acho valido pensar que tais pessoas até aquela idade ainda sim conseguem prestar um ótimo serviço dentro da corporação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entrada até 28 anos, 10 anos no operacional, 38 anos, questão de interpretação e conhecimento..

      Excluir

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.