A GLOBO SE SUPEROU: POLICIAL OU TRAFICANTE?

Por Poliglota
Realmente a cada dia o que assistimos em nossas televisões acabam nos levando à conclusão de que os valores humanos perderam todos os sentidos.
No programa “Encontro”, da Fátima Bernardes, Rede Globo desta quinta-feira 17/11/16, uma matéria deu vazão ao lançamento do filme “SOB PRESSÃO”, que mostra os dilemas de um médico de emergência de hospital público.
Num determinado momento do filme, um outro médico apresenta ao plantonista duas situações: Um policial com uma bala na cabeça, mas estável e um traficante num estado pior do que o policial. Mesmo com a opção do outro médico de que tratem o policial, o médico plantonista (interpretado pelo ator Júlio Andrade) desconversa e diz que vai cuidar de quem está morrendo.
Então, com base na resposta do médico plantonista, a Globo resolveu polemizar e criar uma situação completamente tendenciosa para manipular a opinião pública. Chamou mais duas pessoas do auditório que se juntaram aos convidados e lhes foi perguntado a quem eles salvariam.
Evidente que a ética e o juramento médico não faz acepção de pessoas, classe social, clero e etc, mas das 8 (oito) pessoas no palco apenas 1 (uma) escolheu salvar a vida do policial. Mas o que pode ter ficado explicitado na cabeça de muitos telespectadores é que a vida de um traficante tem muito mais valor que a vida de um policial.
As escolhas podem até ser compreensíveis num país que não valoriza a moralidade e os bons costumes e onde a maioria da população vive às custas de uma mídia tendenciosa, manipuladora da opinião pública e milionárias por conta de vultuosas verbas publicitárias.
Importante que a população se conscientize e trate de recuperar valores perdidos. Lembrar que o número que atende às necessidades da sociedade é o 190 e não AS LETRAS das quais estamos vendo todos os dias se estabeleceram no país como CV (Comando Vermelho) e PCC (Primeiro Comando da Capital). Mas mesmo assim, se insistirem no erro, basta acioná-los, com certeza irão atendê-los com toda presteza, levando uns tijolos de maconha, uns papelotes de cocaína e seringas de heroína. Serão os heróis de vossos filhos!
Assista o vídeo clicando AQUI
Com a análise, você, leitor!
Em tempo: Manifestação do Dep. Federal Cap Augusto
SOCORRER O POLICIAL OU O TRAFICANTE? CADA SOCIEDADE COLHE OS FRUTOS DAS SUAS ESCOLHAS
Nesta manhã, durante o programa “Encontro” da apresentadora Fátima Bernardes, houve um quadro em que os participantes deveriam escolher entre socorrer um policial ferido levemente ou um traficante em estado grave. Quem você escolheria?
Pois bem. Dos 08 convidados que responderem esta questão, 07 escolheram socorrer o traficante e apenas 01 optou por auxiliar o policial. Mas que conclusões podemos tirar deste ignóbil resultado?
Primeiro, é importante destacar que a Rede Globo, seguindo sua cartilha de contra valores e de ataque aos policiais militares, subliminarmente conduziu os participantes a responderem que socorreriam o traficante afirmando que este estava gravemente ferido e que o policial apresentava ferimentos leves. Afinal, esse era o resultado que a Rede Globo desejava obter.
Mas, a despeito do ardil utilizado por aquela odiosa Rede de Televisão, o resultado revela algo ainda mais grave: o desmoronamento moral e a completa inversão de valores da sociedade brasileira contemporânea, especialmente a carioca.
A decisão entre socorrer o policial ou traficante é, em última análise, a escolha entre o bem e o mal. O policial militar saí todos os dias da sua casa sem saber se voltará para o seio da sua família, oferecendo sua vida para proteger aqueles que nem mesmo conhece. Enquanto isto, o traficante destrói famílias e, sem qualquer respeito pelos direitos humanos, assassina nossos filhos e filhas. Decidir entre o policial e o traficante é, portanto, decidir entre a vida e a morte, entre a ordem e a barbárie.
Mas, ainda assim, a nossa sociedade –  representada por aquelas 08 pessoas – escolheu socorrer o traficante e abandonar o policial à sua própria sorte, ou seja, socorrer quem a agride e abandonar quem a protege.
Talvez seja melhor acreditar – e é assim que penso – que aquelas 07 pessoas que escolheram socorrer o traficante não representam legitimamente a vontade do povo brasileiro. Ou então seja melhor acreditar que não foram capazes de perceber que estavam sendo sorrateiramente induzidas pela Rede Globo a responderem que socorreriam o traficante. Ou, quem sabe, são pessoas ardilosamente selecionadas pela Rede Globo justamente porque seus perfis indicavam que responderiam como responderam.
De todo modo, vale uma observação importante: países de primeiro mundo e com democracias consolidadas valorizam seus policiais, pois sabem que são eles quem os protegem dos traficantes e de outros criminosos que não respeitam a vida e os direitos alheios.
Cada sociedade faz suas escolhas e colhe os seus frutos. E você, quem socorreria? O policial ou o traficante? Lembre-se: os frutos da sua decisão serão colhidos por você e por seus filhos!
EU ESCOLHO SOCORRER O POLICIAL!
Capitão Augusto
Deputado Federal


50 comentários:

  1. Eu escolho socorrer o policial!Não se trata de duas vidas simplesmente. Um trabalha defendendo vidas, enquanto o outro as destrói. Lastimável o resultado dessa enquete.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nina Oliveira20/11/2016 12:42

      Eu socorreria os 2. Colocava os 2 na mesma ambulância.O policial esta levemente ferido,ainda pode se defender,o bandido esta gravemente ferido não vai poder fazer nada contra o policial.Os 2 podem ser atendidos na minha opinião.

      Excluir
    2. Swem duvida algunma salvaria o policial, nem vou explicar porque.

      Excluir
    3. Concordo com todos os que salvariam o policial, pais de hipocrisia, quer que a marginalização acabe mas quer salvar traficantes

      Excluir
  2. Creio que deveria ser feita uma outa enquete, vamos a ela: "Um bandido sequestra a mãe da Fatima Bernardes, na fuga bate o carro e fratura os braços e pernas e a mãe da Fatima só fratura o braço, quem deve ser socorrido primeiro? a mãe da Fátima Bernardes ou o bandido?"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza a Fátima vai escolher o bandido nè....

      Excluir
    2. Sou policial, já socorri muita gente, de levemente a gravemente feridas, mas falando em ética médica "doutor", me fale um pouco sobre isso no SUS; nos postos de saúde municipais, aliás, um mendigo doente no seu consultório a sua "ética" faria com que vc o atendesse? Se é que vc é de fato médico, há atendeu pelo SUS?? Saberia dizer ao menos o sexo dos pacientes que passaram pelo seus cuidados? Ou seria vc uma exceção. NA VERDADE VC NÃO PASSA DE UM FANFARRÃO.

      Excluir
  3. Apesar da nossa polícia em grande parte ser despreparada tanto de treinamento, quanto de ordem psicológica, sem sombra de dúvida eu socorreria o policial. E digo MAIS, uma das grandes armas silenciosas contra a violência seria NÃO mais oferecer assistência médica à nenhum marginal nesse país, deixando eles se virarem sozinhos qdo se ferirem.
    Aí vcs deverão me perguntar?! Ah, mas daí os comparsas vão querer aplicar o terror no hospital. Mas, aí q tá, caso implantado um sistema desse porte, deveriam haver reforço constante ou postos policiais nos principais hospitais e UPAS no caso de algum confronto. A vantagem seria é que se teria um lugar certo de se encontrar os marginais evitando deslocamentos desnecessários dos policiais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande parte despreparada? Com que grau de confiabilidade vc afirma isso? Há alguma pesquisa acadêmica? Dados científicos que lhe afiançam essa assertiva, ou vc também é contaminado pelas mídias, cujos profissionais sequer necessitam ter formação acadêmica. Hoje em dia não é necessário diploma para ser considerado jornalista!!! Tanto é que muitos repórteres e editores de jornais não sabem a diferença de "furto" para "roubo". Então, quem é despreparado? O tema em questão apresentado no programa "groblal" tratava sobre "ética médica". E a "ética jornalística", qual seria? Não deveriam ter comparado casos semelhantes? Exemplo: duas pessoas feridas, uma em estado grave e outra com ferimento leve - quem deveria ser socorrido primeiro? Ou então. Um JORNALISTA/REPÓRTER com ferimento leve e um CRIMINOSO ferido em estado grave... Ou então, um MÉDICO/ENFERMEIRO ferido em estado leve e um CRIMINOSO em estado grave. Ou então, UMA VÍTIMA DE ESTUPRO com ferimentos leves e um TRAFICANTE ESTUPRADOR com ferimentos graves. Como se pode observar, o Canal foi tendencioso, pois a regra válida é que se socorra o paciente em estado mais grave. Reveja seus conceitos!!! A exemplo de países desenvolvidos: Eu VALORIZO SEMPRE O POLICIAL CORRETO!!!

      Excluir
    2. De fato há um certo despreparo na polícia, e falo isso com conhecimento de causa pois sou policial civil há 27 anos. Com referência à parte psicológica, uma vez que o policial trabalha sob pressão e com vencimentos incompatíveis, é óbvio que esse policial não poderá estar bem.
      Concordo quanto ao fato de que bandido não tem que ser socorrido, e se morrer, melhor.
      Quanto à diferença entre furto e roubo: existe uma diferença de conceito apenas no âmbito jurídico. Trata-se de uma diferença técnica. Não há erro, porém, quando se diz popularmente, p. ex., "roubaram minha carteira" quando na verdade a carteira foi furtada.

      Excluir
  4. Socorrer o Policial, SEMPRE!
    A sociedade que socorre o traficante é uma sociedade conivente com o tráfico.
    A sociedade merece ser humilhada por esses marginais fora da lei.
    Sofram;
    Paguem o preço;
    Morram pelo vagabundo que que vocês defendem.
    E outra:
    Se as mamães desses defensores de traficantes forem assatadas e serem alvejadas por tiro de fuzil no peito e o marginal, durante o confronto com a Polícia, for alvejado também, quem seria socorrido primeiro?
    Espero que a resposta também seja o marginal, bando de hipócritas malditos.
    SOCIEDADE MEDÍOCRE, VOCÊS TÊM A POLÍCIA QUE VOCÊS MERECEM.
    Cada um tem o que merece...
    Que cada Policial defenda a si mesmo, seus familiares e seu "amigos", o restante, FODA-SE.
    PEÇA AUXÍLIO AO TRAFICANTE...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sobre socorrer o bandido... Vou atender assim que terminar de atender o policial e vou fazer de tudo para salvar os dois! Se a polícia não quer que ele seja salvo, deve fazer o serviço completo para não precisar contar com nosso desserviço para "terminar o trabalho" Chegou no meu plantão, vou socorrer os dois simmm!!! Primeiro o PM!!!

      Excluir
  5. Faltou empatia aí... A interpretação da votação também está sendo manipulada... Sou médico e o primeiro a ser socorrido deve ser o mais grave... Não deve haver essa distinção em um atendimento de emergência...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Enfim alguém com aptidão para dar a resposta , afinal se trata de ser humano e não de bandido e mocinho ....apesar que no Brasil esta difícil distinguir o quem é quem , pois tem muitos bandidos uniformizados .

      Excluir
    2. Sou policial, já socorri muita gente, de levemente a gravemente feridas, mas falando em ética médica "doutor", me fale um pouco sobre isso no SUS; nos postos de saúde municipais, aliás, um mendigo doente no seu consultório a sua "ética" faria com que vc o atendesse? Se é que vc é de fato médico, já atendeu pelo SUS?? Saberia dizer ao menos o sexo dos pacientes pobres que passaram pelos seus cuidados? Ou seria vc uma exceção que se dá ao trabalho de olhar o rosto daquele(a) pobre e ler seu prontuário? NA VERDADE VC NÃO PASSA DE UM FANFARRÃO, PROVAVELMENTE RECEM FORMADO QUE ENCONTROU AQUI UMA OPORTUNIDADE DE BRADAR "EU SOU MÉDICO".

      Excluir
    3. ë mesmo? pois um conhecido nosso foi baleado num assalto em SÃO PAULO foi levado para o hospital, pois lá precisou dizer....... por favor eu sou vítima de um assalto. Não um bandido , não me deixem morrer pois tenho esposa e filhos. Faz-me rir dessa colocação

      Excluir
    4. Vou fingir que não li a baboseira que você postou Leia Gonçalves, mas vou seguir em frente, atendimento médico de emergência, se presta por ordem de gravidade, ponto... a forma que a questão foi colocada e a pauta da pseudo matéria jornalística foi tendenciosa e mal intencionada, por dois fatores... 1- Dar aquela "puxada de saco" aos médicos, devido a varios questionamentos juridicos impetrados pelo CFM contra outras classes profissionais após a edição da lei do ato médico... 2- Ofender mais uma vez a classe dos operadores de segurança pública, manipulando a opinião pública mais uma vez a agir contra os operadores das leis, visto que nos últimos anos vários atores, artistas e funcionários desta emissora foram detidos com posse de entorpecentes, pra lembrar vou citar apenas alguns nomes e você pode pesquisar... Marcelo Antony, Fábio assunção e Arlindo Cruz, mas tem diversos outros inclusive aquele funcionário do programa esquenta que morreu algum tempo atrás... (não deixe a midia te contaminar com histórias pra boi dormir, busque fatos e fundamente sua opinião)

      Excluir
    5. só digo uma coisa, nóis policiais, estamos meio ferrados, já a população está totalmente ferrada.

      Excluir
  6. Eu Salvaria o policial pois, ele trabalha para salvar vidas um traficante é igualmente a Satanás só vem pra matar, roubar e destruir. Quando alguém da alta sociedade é estuprada, assaltada e sequestrada ele (a) pede ajuda de quem? do Batman lógico que não é da policia que eles precisam ai vem esse bando de medíocres defender o bandido! podiam não precisar da policia tbm. Numa situação dessas eu socorreria o PM sim pois sei que quando eu precisar é ele que vai me ajudar. Então esse é o meu recado, mas, analisando essa situação vemos que a Globo novamente tenta manipular a cabeça daqueles menos cultos.

    ResponderExcluir
  7. Sempre em primeiro lugar os policiais, mesmo que fosse apenas um dente quebrado.
    O bandido caso esteja em condições de andar deveria ser dado um jeito de quebrar as pernas pelo menos.
    Eu sou a favor da pena de morte.
    Bandido bom, é estendido no chão MORTO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo, bandido sempre vai bandido....

      Excluir
    2. Kkkkk kkkkk apoiado unknown rs!!

      Excluir
  8. Sempre em primeiro lugar os policiais, mesmo que fosse apenas um dente quebrado.
    O bandido caso esteja em condições de andar deveria ser dado um jeito de quebrar as pernas pelo menos.
    Eu sou a favor da pena de morte.
    Bandido bom, é estendido no chão MORTO.

    ResponderExcluir
  9. Devemos fazer uma enquete pra vc também que é médico e disse que tem que socorrer o mais grave. Sua família está em um carro assaltado por um bandido e o carro capota, o bandido está gravemente ferido e sua família está levemente ferida. E vc médico chega ao local vc vai socorrer quem primeiro? Sua familia lógico! Não adianta questionar sou mulher de Polical e sei o que ele passa todos os dias para defender vidas que não vale a pena assim como a vida de quem pensa como vc acabou de pensar...

    ResponderExcluir
  10. Se depender de mim, pode deixar o bandido morrer.
    Um lixo a menos pra se preocupar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se o trficante ou o bndido tive morrendo e so termina de mata o f d p . e socorre a vitima simples assim

      Excluir
  11. so por deus se o trafcante tive gravimente ferido termina de mata o f d p e socorre a vitima

    ResponderExcluir
  12. e so termina de mata o f d p , e socorre a vitima simples assim

    ResponderExcluir
  13. Eu salvaria o policial ou qualquer outro trabalhador, bandido teve a sua escolha e eu escolho que ele deve ficar na fila do socorro quando todos os demais forem socorridos.

    ResponderExcluir
  14. Enquete ridícula,policial com certeza

    ResponderExcluir
  15. Socorreria, com a menor sombra de dúvidas, a vida do policial! Pois para mim bandido bom é bandido morto! Menos um traste a destruir a vida alheia!

    ResponderExcluir
  16. Globo né gente fazer o que essa emissora é um lixo...

    ResponderExcluir
  17. Porque ela não leva os traficantes pra dormir com ela.
    Já q o bonner não pega mais ela.
    Sua vaca sem noção.

    ResponderExcluir
  18. Fátima não fez escolha nenhuma. Quem escolheu foram as pessoas. No vídeo eu não vi nem Fátima dar a opinião dela. Não acho que ela teve culpa das pessoas escolherem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. entao assista de novo, pois no final do vídeo ela da a opinião dela.

      Excluir
    2. Porque voce se esconde. Eu prestaria socorro ao policial e deixaria badido morrer. Bandido bom bandido morto. Sejam sinceros

      Excluir
  19. Se fosse você ferido na rua não tivesse ambulância próximo e você precissa-se ser levado ao hospital logo, o policial colocaria você na viatura e te levaria ao hospital, agora te pergunto acha que o traficante faria o mesmo?

    ResponderExcluir
  20. SOU BOMBEIRO MILITAR E CONSTANTEMENTE ESTOU PRESTANDO SOCORRO A VÍTIMAS MARGINALIZADAS, BANDIDOS QUE SÓ DESTROEM OS VALORES DAS FAMÍLIAS E AFIRMO CATEGORICAMENTE QUE ELES TEM SIM PRECEDÊNCIA NO ATENDIMENTO, QUANDO CHEGAMOS NO PS E OS MÉDICO SABEM QUE É BANDIDO, RAPIDAMENTE OS ATENDE, AO CONTRÁRIO DO CIDADÃO DE BEM QUE FICA AGUARDANDO MAIS DE TRES HORAS PRA SER ATENDIDO, QUANDO RECLAMAM RECEBEM COMO RESPOSTA: "FAZ PARTE DO PROTOCOLO DE MANCHESTER". BANDIDOS QUE ESTÃO PRESOS, CHEGAM COM UMA ESCOLTA E PASSAM NA FRENTE DE TODOS, INDEPENDENTE DO QUADRO DE GRAVIDADE. EU MESMO EM SITUAÇÃO DE UM ACIDENTE QUE SOFRI PASSEI POR ESTA SITUAÇÃO, AINDA QUE ESTAVA SENDO ATENDIDO PELO PLANO DE SAÚDE. RESPONDENDO A ENQUETE, SALVAREI O POLICIAL PRIMEIRO, INDEPENDENTE DE QUALQUER SITUAÇÃO. BOMBEIROOO!!!!!

    ResponderExcluir
  21. Desnecessária esta conversa aki. Aposto que a maioria de vcs não conhecem a realidade de um serviço de urgência/emergência. Trabalhamos/ salvamos vidas e com "policiais" ou " bandidos". O mais grave será atendido primeiro. Dependendo da região, os dois nem vão ao mesmo hospital, existe uma regulação, de acordo com a gravidade, para resolver pra qual instituição cada um vai. #euescolhoavida

    ResponderExcluir
  22. Se eu ajudar um policial, um dia ele poderá fazer o seu serviço e me ajudar também.
    Se eu salvar um bandido, um dia ele poderá fazer o seu serviço e me assaltar ou me matar.
    Não é difícil escolher.

    ResponderExcluir
  23. Acredito q quem decidira quem socorrer primeiro, sera o profissional capacitado para isso que avaliara os casos. Depois tenho certeza que se o traficante tiver condições de escolha, não vai querer ser atendido no hospital pq já sabe q saira preso de la e entrou em confronto justamente pq não queria isso. Qto ao atendimento prioritario de um criminoso, acredito ser uma questão de segurança e não de saude. Qto mais rapido for removido, mais segurança no caso de uma tentativa de resgate ou fuga onde alguem poderia ser feito refem, por exemplo! Se a policia não teve intenção de matar, com certeza, serão os primeiros a se mobilizarem para q o criminoso seja socorrido, para q possa ser, posterior ao atendimento medico, ser conduzido as autoridades a fim de determinarem seu destino. Acredito q o questionamento foi mal conduzido no programa por se tratar de um assunto polêmico. Se houve ou não intenção de influenciar opiniões, foi mto mal conduzido e acredito q mtos estão sendo um tanto oportunistas nesse assunto onde cada um defende seus ideais politicos. Agora se a população em geral, independente de profissão ou formação quer decidir pela vida ou morte de alguem esse é um outro debate e o assunto tratado sera pena de morte e não se duas pessoas feridas tem ou não atendimento no hospital. Como educadora, enxergando todas as esferas da sociedade, acredito q aquele q tem tendencia a criminalidade (q podem ter certeza, conseguimos perceber), precisaria de uma politica e um investimento educacional q o nosso pais nunca possuiu p q fosse redirecionada, uma social p q saindo da escola não tivesse q optar pelo crime por questões de sobrevivencia,(mta gente não pode imaginar o q motiva uma pessoa a se tornar criminoso e um sistema carcerario q promovesse não só reclusão, mas recuperação (põe pra trabalhar, sustentar sua estadia no cárcere, não importa, desde q funcione), no caso do educacional e social falhar. Não adianta tentar defender um ou outro se estamos passando por crises, desigualdade, fragilidades em todas as areas profissionais e sociais, acredito q somos todos vitimas de governos passados de geração em geração q independente de partido politico não tem cuidado da população. Eqto estamos aqui prestando atenção num assunto q nos diria respeito se a decisão fosse nossa, perdemos a atenção naquilo q realmente vai mexer com o futuro da nação. Cada profissional faça o melhor q puder mas quem precisa dessa atenção q mobiliza nosso país agora por causa desse assunto, são nossos governantes e o q sera votado e mudara nosso futuro, quem colocaremos e quem tiraremos do governo. Deverimos usar essa energia gasta nesse assunto para ensinar os q usam favores politicos em troca de votos sobre como isso afeta a vida de todos. Falta espaço aqui para falar desse assunto complexo, mas creio q ja da p refletir. Conscientização, prevenção e educação, e só consultar o resultado disso nos paises onde são prioridade. Vamos focar no futuro o q passou ja não se pode fazer mais nada. Foco nos governantes e toda a sociedade melhora vamos ser vitimas eqto permitirmos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns pela colocação. Precisamos de mais pessoas com este tipo de pensamento.

      Excluir
  24. Vou dar uma ideia!à Fátima Bernardes poderia fazer medicina e levar todos bandidos feridos para casa dela e lá tratá-los!!!ou à Globo construir hospitais só para bandidos....ok..bando de podres!!!!

    ResponderExcluir
  25. Me desculpem sou BM sem duvidas socorreria o amigo policial
    Quem socorreria o vagabundo tem que se fuder
    Pq na hora da pika escolhem os policiais
    A globo dar credito aos vagabundos
    Pq a maioria são usuários de drogas na calada
    Segurança publica em primeiro lugar
    Juntos somos mais fortes ainda

    ResponderExcluir
  26. Calem a boca!! O bandido tem direito à vida tb. Quem está na pele do lobo que diga quais foram os motivos do crime, vide art. 59 do CP. Escolham a vida! Defendam um devido processo legal!!!

    ResponderExcluir
  27. só tolos/bastardos perdem tempo com uma enquete dessa

    ResponderExcluir
  28. Aí eu pergunto e a ética?
    Se a pessoa escolheu ser médica ou médico ele ou ela escolheram salvar vidas independente do que ela fez.a ética e o juramento médico não faz acepção de pessoas, classe social, clero e etc. Como esta escrito nesse artigo. Se o policial tem condições de esperar que espere! Sou cristão e Deus fala em sua palavra que todas as vidas pra ele são preciosas, não importa se é bandido ou qualquer outra coisa pior. Maioria que deseja a morte pra uma pessoa sendo errada ou não terá o mesmo destino. Só quem pode julgar é Deus.

    ResponderExcluir
  29. Reflexão:
    O limiar entre solidariedade e leviandade.
    É sensato abrir a nossa casa para desabrigados alheios? Não. Seguindo este raciocínio, notar-se-á que o senso de solidariedade requer equilíbrio e o senso humanitário requer ponderação.

    É possível resolver todos os problemas sociais com diálogo?
    Ingênuos e levianos são os que acreditam na possibilidade de resolver o banditismo com diálogo. Ingênuos e levianos acreditam que bandidos têm consciência social e, por isso, tentam fazer acordo com bandidos. Isto é algo como uma foca tentando interagir com um tubarão. São ingênuos, sim, porque ignoram a existência de mentes criminosas, ignoram a maldade humana. São levianos, sim, porque desconsideram que, enquanto estão exercitando a semântica ideológica por meio de dialética, bandidos estão violentando e matando pessoas diariamente, confiando na impunidade. Logo, a solidariedade deve ser praticada com sensatez, para não se incorrer em leviandade.
    Enfim, não é com barbárie ("bandido bom é bandido morto") e nem com humanitarismo ingênuo e leviano que o banditismo será resolvido; mas é com política social séria (educação, saúde, urbanização, cultura, lazer, distribuição de renda...) e com judiciário e segurança pública FORTES. Estes são necessários, sobretudo a curto prazo, pois o banditismo, à semelhança de uma fera selvagem, tende a respeitar o mais forte.

    ResponderExcluir
  30. João 10:10
    Êxodo 22.2
    Romanos 13.1-4

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.