TITULO

VÍTIMA DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA SE CASARÁ COM BOMBEIRO QUE A SALVOU

Após sobreviver a 32 facadas deferidas pelo ex-namorado em 2012, a americana Melissa Dohme, 20 anos, vai se casar com um dos bombeiros que integrou sua equipe de resgate. O relato dela foi publicado pela BBC.
Em entrevista, a jovem contou que no início seu ex-namorado, Robert Vurton, era encantador, mas teve uma mudança repentina de comportamento quando Melissa se candidatou para estudar na universidade.
Ele me diminuía e não queria que eu tivesse sucesso. Tentei terminar, mas ele disse que, como sua namorada, eu deveria ajudá-lo, não abandoná-lo. Ele dizia que se mataria se eu o deixasse”, contou.
Após praticar a primeira agressão contra a jovem, o homem foi acusado de violência domestica e condenado a prisão.
Durante o relato, ela revelou que no dia 24 de janeiro de 2012, ele ligou, dizendo que tinha ido ao tribunal, por conta da acusação. Na ligação ele alegava que precisava dar um desfecho para aquela relação terrível, e que só precisava de um abraço. Assim, deixaria a jovem em paz.
Melissa afirma que decidiu se encontrar com Robert. Ao se encontrarem, a americana foi atacada com golpes de canivete. “Ele começou a me esfaquear várias vezes. Lembro da dor dos primeiros golpes, mas, depois, tentei reagir e mordi sua mão. Estava dando socos nele, gritando e fazendo todo o possível, mas sempre acabava perdendo o equilíbrio e caindo no chão, porque estava perdendo muito sangue”, lembra.
A agressão foi presenciada por duas pessoas que acionaram a policia. “Depois de ver eles, Robert pegou uma faca maior, com uma lâmina de serra, e me atacou. Ele queria me matar. Ele sabia que policiais estavam a caminho e queria terminar o serviço”, relata.
Após o ato, o homem tentou se matar mas foi pego pela policia. Ela foi encontrada largada na estrada, com fraturas no crânio, mandíbula, nariz e com o lado direito do rosto todo paralisado.
Com a recuperação, Melissa começou a ministrar palestras sobre relacionamentos abusivos. Em uma delas conheceu a equipe que participou do seu resgate, incluindo o bombeiro Cameron, com quem começou a namorar. Em 2013 o ex-companheiro da jovem foi sentenciado à prisão perpétua.

Fonte: Jornal de Brasília


Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.