TITULO

BOMBEIROS MILITARES AFIRMAM QUE FORAM INSERIDOS ERRONEAMENTE NA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Associações e Lideranças
Na noite desta terça-feira 31/01 um fato inédito aconteceu no Distrito Federal, associações e Lideranças do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal desde Soldados até Coronéis se uniram para juntos enfrentarem a árdua luta contra a PEC 287, que busca uma reforma na previdência. Os militares entendem que os Corpos de Bombeiros Militares dos Estados foram inseridos por um erro na PEC 287.
A grande mídia nacional erra ao falar que os militares estaduais têm previdência, pois o militar tem pensão e não estão inseridos no INSS. Os militares não tem aposentados, e a remuneração dos reservistas do Corpo de Bombeiro Militar está inserida dentro do orçamento que as corporações recebem anualmente, a boa administração das pensões conseguiria pagar a remuneração dos militares aposentados por mais de 100 anos, jamais impactando na folha da previdência como afirmam as grandes mídias e o governo.
Outra coisa que intriga é: como os governantes gastam o dinheiro, afirmam que há despesas que na verdade nem mesmo deveriam existir, pois a arrecadação se investida seria superavitária!!! Informações não divulgadas para a população são de que os Bombeiros Militares mesmo indo para a reserva remunerada continuam contribuindo com a previdência militar.

O próprio ministro da Casa Civil Eliseu Padilha já reconhece que os militares querem contribuir com a reforma da previdência, mas os militares também teriam outros tópicos para negociar conjuntamente, pois o ministro tem o entendimento “que a carreira de um militar está defasada, pois eles são proibidos de fazer greve, não fazem operação padrão, estão sempre disponíveis para ajudar ou saírem em operações em prol do estado ou nação, assim acabaram ficando para trás. Se hoje pegarmos uma carreira de General do Exército e de um garoto que passa em um dos vários concursos que existem por ai, vai ver que um general ganha a metade dele”. Assim há um erro de colocar os militares na reforma da previdência.
Os Bombeiros Militares também lutam para não perder garantias, pois possuem apenas 6 das 34 garantias trabalhistas previstas na Constituição Federal. O que falar para os Bombeiros Militares que juraram arriscar a vida pelo próximo quando pedem a sua ajuda?
Para tentar combater essa injustiça nos Bombeiros Militares Estaduais do Brasil, criamos o portal “Bombeiros Pedem Socorro”, com o intuito de conseguir o seu apoio que tanto admira nosso serviço diariamente.
Por misericórdia nos ajude contra este erro e assine a petição em apoio aos Bombeiros Militares.

Para assinar CLIQUE AQUI

Um comentário:

  1. Sugiro corrigir operação padrão por greve. pois greve e diferente de operação padrão.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.