TCDF DETERMINA QUE IDECAN NÃO DIVULGUE RESULTADO DAS PROVAS OBJETIVAS DE CONDUTOR

TCDF SUSPENDE CONCURSO
    Por Aprovados CBMDF
   Na tarde da última terça-feira (21), o Tribunal de Contas do Distrito Fedearl, julgou em plenário procedente o pedido de cautelar do processo Nº3733/2017-e que trata de representação acerca de possível irregularidade no concurso do CBMDF, das provas de Oficial Combatente e para Condutor. Lembramos que as provas de Oficias Combatente já estão anuladas.
O pedido se originou pelo Deputado Reginaldo Veras (PDT) contra a banca do Concurso IDECAN e outros, protocolado no último dia 15/02. O parlamentar alegou acerca de possível irregularidade na condução do concurso público para provimento de vagas para o posto de 2º Tenente Combatente do Quadro de Oficiais do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, bem como do concurso público para provimento de vagas na graduação de Soldado do Quadro Geral de Praças, especialidade Condutor e Operador de Viaturas - QBMG-2.
   Por unanimidade o TCDF determinou que a banca IDECAN, anule as provas objetivas e discursivas aplicadas aos candidatos ao Quadro de Oficiais Bombeiros Militares Combatentes (QOBM/Comb.), como também determinou a Idecan que se abstenham de divulgar, até ulterior deliberação da Corte, o resultado preliminar das provas objetivas quanto ao concurso público para Soldado do Quadro Geral de Praças, especialidade Condutor e Operador de Viaturas - QBMG-2;
    E na tarde desta sexta-feria a banca IDECAN divulgou em seu site informativo acerca da prova prática de condutor. O que se pode deduzir é que a banca ainda não deva ter sido notificada da decisão do TCDF.

3 comentários:

  1. Puro interesse político desse deputado. Garanto que o parente dele ou amiguinho não foi bem na prova, aí vem com essa palhaçada!

    ResponderExcluir
  2. Pelo visto esse deputado está sem nada melhor pra fazer mesmo. Houve problema na distribuição dos alunos em suas salas de realização das provas, mas está tudo correndo com a maior transparência. As folhas de respostas digitalizadas estão disponíveis no perfil de cada um, o que permite conferir a nota final. O caso da prova de oficial foi outro totalmente diferente.

    ResponderExcluir
  3. No dia da prova foi a maior bagunça, o candidato podia fazer a prova na sala que quisesse, amigos meus sentaram juntos e colocaram a prova toda, é pra mim isso não é transparência. E ainda como o candidato pegou o gabarito de uma pessoa qualquer é muito fácil fraudar as provas desses que não foram, muita bagunça, não teve organização nenhuma. E se essa moda pegar nos concursos, da banca cometer várias irregularidades e não ser punida, então é melhor colocar logo os que conseguem comprar os gabaritos.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.