TITULO

SOU PRÉ-CANDITADO AO GDF “DO POVO PARA O POVO” PORQUE NÃO?

Por Sérgio Loros
Hoje em sua casa no Rancho Preguiça no setor Sol Nascente batemos um papo com pré-candidato ao GDF pelo PPL 
José Goudim Carneiro, 61 anos, nascido no dia 08/02/1956 natural do Barra do Corda /MA, morando a 24 anos na Ceilândia (Sol Nascente), como ele mesmo fala: “Sou um cara da favela” e acrescenta, “…moro na maior favela a céu aberto da américa latina com 110 mil habitantes…”, porém com maior orgulho por conhecer e entender os problemas daquela comunidade. É Presidente da Associação Rural da Ceilândia, foi integrante do AA – Alcoólatras Anônimos sem nunca ter bebido, somente para cooperar com aqueles que necessitavam de uma ajuda com este problema.
Foi o candidato mais votado do Sol Nascente com 4800 mil votos é vice-presidente do PPL/DF aonde tem apoio em sua candidatura da suplente a deputada distrital Jaqueline Silva que também o apoia para ser o Presidente Regional da sigla PPL, comentou que já foi convidado por vários partidos, mais que até o momento ainda não se sentiu convencido de sua saída do PPL. Em sua empreitada para o governo do GDF já tem apoio de diversos ex-candidatos da região da Ceilândia e até Samambaia citando:Tatu do Bem, Guarda Jânio, DJ Jamaica, Gilmarsinho e etc…..Um de seus grandes sonhos o mesmo falou:“Meu maior sonho na vida era não passar fome, ter janta na minha mesa e hoje sou dono de restaurante…”. Um outro sonho era ver Papai Noel pois quando criança não teve está oportunidade, hoje o mesmo falou: “No último Natal fui com minha esposa em minha cidade natal com mais de 3800 brinquedos e fiz alegria de milhares de crianças e descobri que o Papai Noel poderia ser eu próprio, pois felicidade podemos fazer e distribuir de graça…”
Ele acrescentou com bastante ênfase que para alguns governantes é interessante manter o povo sem informação, educação, fazendo assim com que eles sejam serviçais, não criando independência moral e forçando aquele “favelado” a não ser um cidadão informado. Falou que depois que políticos se elegem aquela região vira uma espécie de vila dos leprosos, pois só aparecem de volta na época das eleições.

Falou sobre a questão da saúde dizendo também que é interessante para os governantes não fazer o sistema de saúde funcionar, fazendo com que o mesmo atravesse a rua, criando somente a possibilidade do mesmo se dirigir para os planos de saúde.
Com vocabulário do povo e com linguajar de povão o mesmo fala bordões com “Espocado” para dizer que a política de Brasília está explodindo de vergonha e sem opções. Comentou sobre a questão das mães, falando que qual a mãe que não quer ver seu filho educado, estudando! Acrescentou outro detalhe interessante que foi quando disse: “ Temos de desenvolver o esporte para diminuir com certeza a atendimento nos hospitais, pois com esporte as crianças e os adolescentes esquecem das drogas e das coisas ruins do mundo! ”…
Acrescentou que vai trabalhar para fazer sua comunidade e a do Distrito Federal uma sociedade organizada, e que pleitear uma mudança para o povo não é revanchismo contra nenhum seguimento, político ou social, somente uma forma de fazer gestão com mais profissionalismo.
Quando falamos de derrubadas o mesmo disse: ”…. Não é necessário fazer estes tipos de derrubadas da forma que é feita, pois fazem isso para justificar o que já é errado por eles mesmo, o próprio governo! ”…
No final fiz uma última pergunta aquele homem do povo: O senhor tem coragem de enfrentar os poderosos? E de imediato ele falou: “Tenho fermento, o povo precisa de eleger pessoas independentes, tenho coragem de fazer as mudanças necessárias para melhoria de minha comunidade do Distrito Federal com bravura e honestidade pois tudo que conquistei foi com meu trabalho e dignidade, não tenho rabo preso a ninguém Sérgio, então vou para o debate de peito aberto e enfrento qualquer poderoso cara a cara! ”
Escutando aquele Goudim tive a certeza de que quando se quer, pode-se se conseguir muita coisa boa e ter esperança de uma vida mais digna para comunidade não só do Sol Nascente e de todo Distrito Federal.
E assim foi uma entrevista que virou um aprendizado para minha vida. “Se todo governante pensasse desta forma, agisse desta forma, e se todo governante fosse humilde e digno de seu voto, muita coisa não estaria da forma que está, não falaríamos sobre favela, falaríamos somente de cidadãos…”
Fonte: Olhos de Águia / Informando e Detonando

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.