TITULO

CARROS NOVOS DA PM DEIXAM DE ATENDER OCORRÊNCIAS PARA FICAR “ EM EXIBIÇÃO” NO DF

Por G1 DF e TV Globo
145 carros novos recebidos pela Polícia Militar do Distrito Federal na última terça-feira (8), ao custo unitário de R$ 100 mil, não poderão ser usados nos próximos dias para atender às ocorrências recebidas pelo 190. Segundo documento interno da corporação, obtido pela TV Globo, os veículos fazem parte de uma operação de "exibição", e têm de ficar estacionadas em pontos demonstrativos espalhados pela capital.
Segundo a PM, essa exibição serve para aumentar a sensação de segurança e reduzir a criminalidade nos locais mais críticos. A corporação também diz que as rondas pela cidade e as operações táticas continuam.
"As viaturas que estiverem realizando os PD's [pontos demonstrativos] não atenderão as ocorrências via Copom [190], exceto a situações extremamente graves, as quais deverão ser justificadas no sistema Gênesis", diz a ordem de serviço. O Gênesis é o software de ocorrências usado por todas as forças de segurança do DF.
Em seguida, a ordem de serviço indica que as ocorrências que acontecerem no campo de visão dos policiais – perto das áreas de exibição – podem ser atendidas, assim como solicitações feitas por quem passa no local
Postura e compostura
O texto vai além, e diz que os PMs nesses carros deverão "se atentar à postura e compostura, primando pela boa apresentação individual e coletiva, seja quando dentro ou fora da viatura". O documento também inclui fotos que mostram a estética sugerida para a exibição: sirene luminosa ligada, e pelo menos um militar com colete reflexivo na área externa do carro.
A exibição dos veículos deve começar às 6h30 e se estender até as 23h. Em um passeio pela Esplanada dos Ministérios, nesta quarta (9), a reportagem do G1 contou oito "pontos demonstrativos" ao longo do Eixo Monumental, entre a rodoviária do Plano Piloto e o Congresso, sempre em cima do gramado.
Ao todo, o DF tem 1,6 mil carros e motos disponíveis para o patrulhamento das vias das 31 regiões administrativas. Outros 1,8 mil veículos estão em manutenção. Os carros novos ainda não têm contrato de manutenção mas, segundo a PM, essa licitação deve ser lançada "nos próximos 15 dias".

Novos carros
A previsão inicial era de que os veículos estivessem nas ruas em abril. Segundo o governo, esse prazo não foi cumprido por causa do emplacamento e treinamento dos militares. Cada um dos automóveis custou cerca de R$ 100 mil.
A licitação também previa 16 caminhonetes cabine dupla com tração nas quatro rodas por pouco mais de R$ 2 milhões, que não foram compradas por falta de orçamento.
Outros 82 carros de modelos mais baratos também passaram por processo licitatório, mas também não chegaram a ser pagos pelo mesmo motivo. Segundo a PM, a compra considerou a relação de “custo x benefício, seguiu a lei de licitações e foi aprovada pelo Tribunal de Contas do DF"
Todos os carros são equipados com câmbio automático CVT de oito marchas, duas baterias, sete airbags, rotoligth com lâmpada de LED e equipamento de rádio com rastreador GPS.
Leia também: COOPERAÇÃO TÉCNICA CBMDF E BOMBEIROS DE HONDURAS

Um comentário:

  1. Só para exibir mesmo, porque um Corolla não é carro para correr atrás de bandido, andar nessas pistas esburacadas ou desnivelada do DF, não aguenta e consumo de combustível é alto.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.