COM SAÍDA DE LULA, VOTOS TAMBÉM MIGRAM PARA JAIR BOLSONARO

Por Marlos Ápyus
O instituto de pesquisa Datafolha foi às ruas, perguntando não apenas a intenção de voto do eleitor, mas traçar um perfil dos entrevistados. São detalhes importantes que não costumam encontrar espaço nas manchetes da imprensa tradicional.
O instituto perguntou, na ausência do condenado na eleição presidencial, quem Lula deveria apoiar na campanha. Sem qualquer estímulo, nada menos que 14% responderam Marina Silva, da Rede. O segundo mais citado, com 9% foi Jair Bolsonaro.
Ciro Gomes, do PDT, ficou apenas com terceiro posto. Fernando Haddad, do próprio PT? O quinto.
Com 22%, Marina é ainda mais lembrada quando colhe-se apenas as resposta dos petistas. Neste grupo, Ciro fica em segundo, com 11%. Quanto a Bolsonaro, segue em terceiro, com 9%. Haddad? Citado por 4%, perde até para Geraldo Alckmin, do PSDB, com 5%.
Bolsonaro pode abocanhar o eleitorado de Lula que deseja mais ordem na sociedade, mais estabilidade, que defende um enrijecimento do combate ao crime, questões muito presentes hoje nas periferias.
Eis a prova de que o lulismo, para azar do PT, era e é muito maior do que o petismo.


Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.