EM MÉDIA, UMA PESSOA MORRE A CADA 28 HORAS NO TRÂNSITO DO DF


Balanço da segurança pública de setembro mostra ainda queda nos índices de criminalidade, inclusive no número de estupros - foram sete a menos que no mês anterior
A Secretaria de Segurança Pública e da Paz Social divulgou, nesta terça (2/10), balanço referente ao mês de setembro. As mortes no trânsito aumentaram 19% entre janeiro e setembro deste ano. Nos nove primeiros meses de 2018, morreram 229 pessoas nas vias do DF. O mesmo período, em 2017, foram 193 mortes no trânsito. Em média, uma pessoa morre a cada 28 horas no trânsito do DF.
Em 2017, 256 pessoas morreram no trânsito do DF ao longo de todo ano. De acordo com o Departamento de Trânsito (Detran-DF), naquele ano houve uma redução de 33% nos acidentes fatais no DF em relação a 2016. Em 2018, foram 178 vítimas do sexo masculino e 35 do sexo feminino até agosto. Nos primeiros oito meses do ano, cerca de 20,6% dos óbitos nas vias do DF foram de pessoas entre 20 e 29 anos.
No mês de setembro, o Detran realizou 67 atividades de educação no trânsito e foram realizadas 9.089 operações de fiscalização. O órgão registrou também 1.743 condutores autuados por dirigirem alcoolizados no mês, além de 73 carteiras de habilitação suspensas ou cassadas e 1.510 veículos removidos.

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.