.

ESCOLAS DO DF TERÃO AÇÕES EDUCATIVAS SOBRE CONSUMO DE DROGAS


Semana de Prevenção no Distrito Federal também vai capacitar educadores e conselheiros tutelares
Pelo menos 17,8% dos alunos do 9º ano do ensino fundamental no DF já usaram drogas ilícitas: 18,9% entre os meninos; 16,8% entre as meninas. Os alunos de escolas públicas (19,7%) aparecem com mais frequência à experimentação de drogas ilícitas do que àqueles de escolas privadas (12,2%). 
Esses dados são da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar 2015, a PeNSE 2015, que investigou o uso de drogas ilícitas tais como maconha, cocaína, crack, cola, loló, lança-perfume, ecstasy, oxi, entre outras, nas escolas do DF.
A pesquisa, embora feita em 2015, é uma amostra da situação preocupante com relação ao uso de drogas em escolas no DF. Como parte da Semana da Prevenção ao Uso de Drogas no DF, que acontece de 16 a 20 de setembro, a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) está programando uma série de atividades nas escolas.
A Semana de Prevenção ao Uso de Drogas no Distrito Federal foi instituída pela lei Distrital nº 1.433, de maio de 1997, para ser realizada na terceira semana do mês de setembro de cada ano. 
No espírito da legislação, a Sejus, por meio da Subsecretaria de Enfrentamento às Drogas (Subed) e do Conselho de Políticas Sobre Drogas (Conen), planejou uma semana nas escolas com atividades educativas, de promoção de qualidade de vida, saúde mental e de fomento de uma cultura de paz sem drogas.
As ações previstas para este período envolvem: capacitação a educadores e conselheiros tutelares, orientação sobre dependência química e saúde mental, atividade com cães farejadores, contação de história, apresentação de karatê e ginástica acrobática e orientação sobre situações de risco nas escolas.
Drogas nas escolas
Ainda como parte da programação, nesta terça (17), haverá o II Seminário de Enfrentamento às Drogas nas Escolas, a ser realizado no Centro Educacional Stella dos Cherubins Guimarães Trois, em Planaltina, das 8h às 16h. 
O seminário é uma das ações do Programa “Drogas: Prevenção e Ação”, da Sejus, e contempla diretrizes do Programa “Educação para a Paz”, da Secretaria de Educação. O evento contará também com salas de orientação sobre dependência química a familiares e estudantes. 
Para o secretário da Sejus, Gustavo Rocha, através da prevenção pode-se diminuir o uso indevido de drogas, evitando danos e riscos à sociedade. “Logo, pode-se dizer que a prevenção se caracteriza como uma prática educativa e a escola é um espaço promissor para a efetividade deste trabalho”, afirmou.
As pesquisas mostram dados alarmantes. Os números representam aproximadamente o dobro da média nacional, bem como aponta o Distrito Federal como o número 1 deste triste ranking”, disse o subsecretário da Subed, Rodrigo Barbosa.
O subsecretário de Educação Básica, Helber Ricardo Vieira, destacou que o objetivo da iniciativa é buscar caminhos que levem à diminuição progressiva e superação dessa prática. 
O principal instrumento é a disseminação de informações capazes de promover reflexões sobre as relações sociais e econômicas promotoras dessa realidade construída e mantida por uma multiplicidade de fatores”, explicou.
São parceiros da Sejus nesta atividade as secretarias de Esporte e Lazer, de Cultura, da Saúde e Polícia Civil do DF. Confira, aqui, a programação do seminário.
Com informações da Secretaria de Justiça e Cidadania
Leia também: RISCO PRA QUEM TE SALVA

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.