AMEAÇA É CONTINENTAL. FORO DE SÃO PAULO TENTA DERRUBAR GOVERNO DO EQUADOR, DIZ ARAÚJO


A ameaça é continental, a resposta tem que ser continental”, disse Araújo sobre os protestos violentos no Equador.
Por Tarciso Morais
BrasilArgentinaParaguai Uruguai divulgaram uma nota conjunta, neste domingo (13), lamentando os confrontos violentos entre manifestantes e as forças de segurança do Equador.
Os chefes dos estados-membros do Mercosul reiteraram o apoio ao presidente equatoriano Lenín Moreno, saudando o que classificam como “disposição” do governo equatoriano e de “setores representativos da sociedade” para iniciar um diálogo “com vistas à normalização da ordem no país”, informa a agência EBC.
O governo brasileiro também compartilhou uma segunda nota, esta assinada pelas nações que formam o Prosul
Além do Brasil, assinam a manifestação sobre a situação no Equador os representantes da Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai e Peru.
Em postagem no Twitter, o chanceler Ernesto Araújo afirmou que a “América do Sul está mobilizada em defesa da democracia no Equador”.
Forças de esquerda, apoiadas na rede criminosa do Foro de S. Paulo, com violência e vandalismo, tentam solapar o Presidente legítimo Lenin Moreno”, acrescentou Araújo.
Fonte: Renova Mídia

Um comentário:

  1. CFSD PMDF - 199515/10/2019 09:45

    Essa reação dos canalhas esquerdopatas era esperada em todos os países da América Latina onde eles foram apeadas do poder, depois de terem destroçados esses países, tendo o Brasil como o maior exemplo de assaltos aos cofres públicos de forma escancarada e, a Venezuela, como o exemplo máximo do resultado social e econômico da miséria e desgraça que eles causam onde tenham governado.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.