CPI DA FAKE NEWS PODE ACABAR EM IMPEACHMENT DE BOLSONARO


Com o enfraquecimento de sua base, Bolsonaro entra na mira da oposição. 
    O alerta sobre a manobra da CPI da Fake News foi da deputada federal Caroline de Toni(PSL-SC), em que afirmou que a CPI foi entregue à oposição para caçar Bolsonaro. Tanto que a deputada Maria do Rosário-PT, afirmou:  "ou este país vai declarar que as eleições de 2018 foram fraudadas pelas fake news, pelas mentiras, e por isso tanto medo do governo com as fake news e portanto o Bolsonaro não é legitimamente presidente ou nós vamos ter um impeachment".

Eduardo Bolsonaro também já havia alertado sobre a CPI da Fake News: "Mesmo sem fundamentos, o PT entrou no TSE pedindo impugnação da campanha de Jair Bolsonaro por disparos em massa de Whatsapp usando fake news. Eles sabem que isso é mentira e que para vencer o PT basta dizer a verdade. No entanto, a CPI das fake news irá pelo caminho de novo."

Para o jornalista Daniel Lopez, a CPI das Fake News vai acabar com o Brasil: "Pessoal, estou avisando todos os dias aqui: essa #CPIdaCensura vai acabar com o Brasil. Precisamos apoiar o trabalho dos deputados @CarolDeToni e @filipebarrost"

Já na última terça-feira(15), o assessor internacional da presidência, Felipe G. Martins, foi convocado para depor na CPI. Em publicação feita na sua conta do Twitter, Filipe mostrou que não se sente intimidado com a citação do seu nome em meio às investigações e ainda alegou que querem “calar a internet porque ela se tornou incômoda demais” e diz mais: “há um tentativa clara de criminalizar qualquer esforço de defesa do PR Bolsonaro e de seu governo. Quem quer que ouse expressar uma visão positiva do governo é logo bombardeado com acusações infundadas, ofensas e narrativas delirantes (milícia virtual, etc). Vamos pro pau!”, escreveu o assessor.
    Para oposição atacar pessoas próximas ao presidente na CPI, seria a forma de ter abertura para o pedido de impeachment. Outra surpresa foi o delegado Waldir, líder do PSL na câmara, afirmar que está disposto a colaborar com a CPI das fake news se for chamado: "Quem fez a pergunta que derrubou o Eduardo Cunha fui eu" 
   Na noite deste sábado(20) Eduardo Bolsonaro volta a ressaltar sobre a CPI da Fake News e o caminho que ela poderá tomar, em seu vídeo sobre os  " TRAÍRAS" do PSL.
   Leia também: PEQUENAS EMPRESAS CRIAM 75% DOS EMPREGOS FORMAIS EM SETEMBRO


Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.