DAMARES DEIXA REUNIÃO DA ONU EM PROTESTO CONTRA DITADURA DE MADURO


Por Tarciso Morais
Damares, assim como o governo Jair Bolsonaro, é crítica ao regime do ditador Maduro.
Damares Alves, ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, deixou a reunião da Organização das Nações Unidas (ONU), em Genebra, na Suíça, nesta terça-feira (25), em protesto contra o discurso de representantes da ditadura venezuelana de Nicolás Maduro.
Em seu discurso, proferido nesta segunda-feira (24), ela já havia criticado o regime socialista da Venezuela:
Estamos particularmente preocupados com as centenas de crianças que chegam desacompanhadas ao Brasil. Elas precisam de uma perspectiva de vida livre e saudável, algo que lhes foi violentamente retirado pelo regime ilegítimo e autoritário de Nicolás Maduro.”
Damares também aproveitou o discurso a uma plateia de líderes internacionais para amplificar o que chamou de “preocupação do governo” do presidente Jair Bolsonaro com “as persistentes e sérias violações de direitos humanos cometidas na Venezuela”, destaca o site Metrópoles.
Fonte: Renova Mídia

Postar um comentário

0 Comentários