JORNAL O GLOBO ENDOSSA BLASFÊMIA DE MANGUEIRA CONTRA CRISTÃOS EM DESFILE DE CARNAVAL


“Mangueira, rogai por nós”: foi assim que o Jornal O Globo em sua manchete da edição desta segunda-feira, 24/02, debochou da comunidade cristã e de seu Deus, avalizando o desfile de blasfêmia operado pela escola de samba Estação Primeira de Mangueira na Avenida Marquês de Sapucaí
A ópera bufa apresentada pela agremiação apresentou a ideia de um Jesus Cristo multicultural, feminino, multiétnico e multireligioso como se a segunda pessoa da Santíssima Trindade fosse apenas um símbolo (e mutável, portanto) e não o próprio Verbo de Deus que encarnou na História e que ressuscitou após a morte de Cruz.
Ontem, hoje e sempre Jesus Cristo é o mesmo. Tentar transformar o Filho unigênito do Pai em mera representação simbólica de certos valores é uma tentativa desrespeitosa e blasfema de relativizar a Fé no Salvador dos homens, a Fé da maioria absoluta dos brasileiros.
Paradoxalmente, o título do enredo da Mangueira foi “A Verdade vos fará livres”. Mentindo, debochando, adulterando, confundindo, relativizando e blasfemando, tudo o que a Mangueira fez foi fugir do Caminho, da Verdade e da Vida, aprisionando quem levou a sério aquele circo que fez na Avenida com o nome sagrado de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Em sua campanha ordinária contra o Presidente Bolsonaro e a perseguição diuturna e implacável que faz contra o Prefeito Marcelo Crivella, ambos ligados à comunidade cristã do país, O Globo não perdeu a oportunidade de debochar dos cristãos com a capa de sua edição de hoje.
(Texto de Thiago Rachid)
Publicado originalmente no Blog do autor
Fonte: Jornal Cidade Online

Postar um comentário

0 Comentários