SAIBA QUAIS SÃO AS VERTENTES QUE ABRAHAM TENTA EXPULGAR DO MEC


    Por Bombeiros 
  O ministro da Educação Abraham Weintraub já trabalha com Jair Bolsonaro por mais de três anos e foi apresentado ao presidente pelo Onix Lorenzoni.
Em entrevista a Shock Wave Radio, Abraham afirma que a proposta da reforma da previdência tem como base seus estudos e de seu irmão Arthur Weintraub. Seu irmão Arthur é assessor da presidência e um dos maiores especialistas mundial em direito previdenciário.
Abraham também apresentou as ideias do Banco Central independente e equilíbrio fiscal para o presidente, logo em seguida ocorreu a entrada de Paulo Guedes, o que fez Abraham se deslocar para outra áreas, sendo confiado o Plano de Governo do presidente Jair Bolsonaro.
O plano de governo apresentado para os ministros teve como primeiro rascunho a redução para 16 ministérios, porém foi questionado para que o número fosse reduzido para 10, Abraham argumentou que a estrutura de governo não comporta menos que 16.
Abraham assumiu o Ministério da Educação em abril de 2019, reconhecendo que o ex ministro Ricardo Vélez é uma boa pessoa, porém ele foi engolido pela estrutura do MEC que está aparelhada com vários interesses de grandes corporações metacapitalista.
A investida desses grupos dentro do MEC começaram no governo Fernando Henrique e se intensificou no governo do PT. Este grupo hoje tem uma bancada grande no Congresso Nacional, financiando diretamente e indiretamente, alguns veículos de comunicação, configurando uma luta do pequeno contra o grande. Dentro do MEC existe uma batalha contra os corruptos da velha guarda, grupos ideológicos, além dos oligarcas. 
Abraham afirma que o presidente Jair Bolsonaro também enfrenta esses três grupos, os oligarcas o odeiam, a esquerda com víeis ideológica e os ladrões da velha guarda.
Ele ressalta que metade de todos os funcionários da esplanada dos ministério estão sob o teto do MEC, onde comporta 300 mil servidores. 
Durante esses 10 meses à frente do ministério, o ministro foi convocado 7 vezes para ir ao Congresso Nacional, sendo que a convocação para ir para plenário é como se fosse uma execução, pois até hoje nenhum membro do executivo que foi ao plenário da Câmara ou do Senado havia "sobrevivido". Abraham chegou a ser convocado mais de uma vez por mês, mostrando que foi o cara certo no momento certo, na hora certa para o MEC.
Abraham afirma que o presidente enfrentou a Globo por ela receber dinheiro de várias empresas que tem interesses direto no governo. A família Marinho não consegue se livrar da dependência do dinheiro público, chegando até aparecer um viciado em crack sem a pedra, afirma. O ministro também afirma que a família Frias da Folha de São Paulo tem interesses  absurdos diretamente no MEC, com isso, o ministro enfrenta um tiroteio de todos os lados.
O ministro afirma que há várias fundações que se colocam como representantes das crianças, chegando a ganhar até 25 milhões nos últimos 10 anos, fora as consultorias que eles fazem usando a influência do MEC para vender seus serviços a estados e municípios para viabilizar o repasse de verbas. Ele afirma que quando deu aumento de 13% para os professores do ensino fundamental, governadores de esquerda do nordeste pediram para vetar, uma vez que o dinheiro que vai para o FNDE pode ser usado de outras formas.
Atualmente, o MEC está gastando menos de 300 milhões para informatizar 100% das escolas do Brasil, conectando a banda larga, onde não tiver banda larga será via satélite, atingindo 30 milhões de crianças conectadas já no começo de 2020. A banda larga também ajudará na recapacitação e exames dos professores, implementando um exame individual do professor e do aluno para saber a eficiência no ensino. A internet da escola ficará aberta para a população via wi-fi. A TV Escola gastava 100 milhões e não tem audiência e nem retorno.
Veja a entrevista completa.

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

disqus'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.