SENADOR QUER APROVAR LEI DE CENSURA DAS REDES SOCIAIS NO BRASIL

Por Bombeiros DF
O Senador Alessandro de Vieira (CIDADANIA) apresentou uma proposta de Lei n° 2630 de 2020 que elemina a liberdade de expressão na internet.  A proposta coloca toda a circulação de conteúdo na internet sob o total controle do governo, copiando o modelo chinês de controle da mídia e eliminando a liberdade de expressão.
O Partido Cidadania, antigo PPS, é membro do Foro de São Paulo que atualmente é nomeado de Grupo de Puebla.
O projeto de lei que será levado ao plenário do senado para votação na próxima terça-feira(02) limita o uso do Whatshapp, obrigando o provedor a só transmitir a mensagem 5 vezes para cada pessoa e no período eleitoral a transmissão será bloqueada, ou seja, o objetivo é tirar das redes sociais a política, implementando uma censura velada.
A lei não implica a manifestação artística, intelectual, de conteúdo satírico, religioso, ficcional, literário ou qualquer outra forma de manifestação cultural, nos termos dos arts. 5º , IX e 220 da Constituição Federal.
A lei ainda estabelece  que se a pessoa comentar sobre política, o provedor da rede social terá que avaliar pelos critérios estabelecidos por eles a exclusão ou não do conteúdo e  deverá informar dados relacionados a engajamento ou interações com conteúdo que julgarem como desinformação. 
Vale ressaltar, que quase todas as redes sociais são controladas por empresas com viés de ideologia de esquerda.
O professor Olavo de Carvalho relata o fato no vídeo abaixo:

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Os mau feitores da nação não vão conseguir calar o bem. Fora STF

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.