WEINTRAUB COMPARA INQUÉRITO DO STF COM PERSEGUIÇÃO A JUDEUS PELO NAZISMO

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, que é judeu, comparou nesta quarta-feira (27) a operação realizada pela PF (Polícia Federal) a mando do STF contra ataques à Corte nas redes sociais à perseguição feita por Adolf Hitler aos judeus.
A PF cumpriu 29 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes. Nomes de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estão entre os alvos.


O ministro da Educação completou


Weintraub será ouvido pelo STF por ter pedido a prisão de Ministros do STF no controverso vídeo da Reunião Ministerial. 
#STFNaoMexaComAbraham
Fonte: República de Curitiba


Postar um comentário

1 Comentários

Obrigado pela sugestão.