APÓS OPERAÇÃO DA PF WITZEL DIMINUI TOM COM BOLSONARO

Por Tiago Neto
Depois de ser alvo de operação da Polícia Federal, o governador Wilson Witzel (PSC), do Rio de Janeiro, já comunicou a aliados que “não fará mais oposição frontal” ao presidente Jair Bolsonaro, diz a Folha.
Witzel já teria até enviado sinais a Bolsonaro de que pretende “erguer a bandeira branca”.
Segundo o jornal, o medo de ser preso, ou da primeira-dama ir presa, fez com que o governador deixasse de fazer os ataques ao chefe do Executivo.
Os ataques de Witzel ao presidente ocorriam quase que semanalmente. Em maio, foram pelo menos 14 postagens falando diretamente dele. Uma outra atacava o filho dele, Flávio Bolsonaro. E 11 falavam de seus apoiadores ou o criticavam indiretamente.
Depois da operação da PF, ele só posta mensagens sobre a Covid-19 e imagens de visitas a hospitais.
Fonte: Conexão Política

Postar um comentário

0 Comentários