ACADEMIAS E SALÃO DE BELEZA REABREM NO DF

Após meses fechados esses segmentos comerciais retomam as atividades com uma série de medidas de segurança a serem cumpridas; volta às aulas está prevista para o final do mês
Depois de meses parados os salões de beleza, academias de ginástica, barbearias e centros estéticos voltam a funcionar hoje, 7, no Distrito Federal. A decisão é do governo local que, na semana passada, divulgou calendário para definir as datas de reabertura do comércio e também de volta às aulas.
Para poder funcionar, neste primeiro momento, as academias e os salões de beleza vão ter que seguir um protocolo estabelecido pela Secretaria de Saúde do DF e elenca uma série de medidas que devem ser adotadas caso esses comércios queiram reabrir. Só não houve mudança nos horários de funcionamento, continuam como antes da pandemia.
No caso das academias, deve haver higienização dos aparelhos de uso coletivo, proibição do uso de bebedouros e chuveiros, delimitação do espaço onde cada pessoa pode se exercitar, respeito à distância mínima de dois metros, proibição de aulas coletivas e fechamento de uma a duas vezes por dia, por 30 minutos, para limpeza geral.
Já os salões de beleza as coordenadas são para que haja higienização das cadeiras, garantir o espaçamento de dois metros entre as pessoas, esterilizar todos os equipamentos após cada atendimento, empregar toalhas e lençóis de uso exclusivo e privilegiar a ventilação natural.
No próximo dia 15 será a vez de voltar os bares e restaurantes. Voltam também com medidas de segurança e estão proibidos, por enquanto, de realizarem eventos e apresentação de música ao vivo.
As aulas voltam dia 27 de julho, as escolas particulares, e dia 3 de agosto as escolas públicas – neste caso voltarão primeiro os alunos das séries finais. As creches são proibidas de abrir por determinação judicial.
A Secretaria de Educação do DF informou que foram elaborados protocolos com base em experiências internacionais. As diretrizes serão divulgadas posteriormente pelo órgão, assim como o calendário escolar.
Discordância
Em contrapartida, no caso das aulas, há um grupo da sociedade que é contra o retorno das atividades escolares agora. Foi o caso da Sociedade de Pediatria do DF que se posicionou pelo não retorno das aulas. “Nessas condições, reabrir todas as atividades até o fim de julho ou início de agosto pode ser uma decisão precipitada, devido à situação em que nos encontramos tanto ao nível distrital quanto nacional; em especial se tratando de escolas, onde o comportamento é imprevisível e o número de assintomáticos é inestimável”, disse o presidente da entidade, Dennis Burns.
Fonte News Black

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.