EDITORA DO WASHINGTON POST DIZ QUE NOME “VIOLENTO E RACISTA” DO TEXAS RANGERS “PRECISA CAIR FORA”

Por Olivier
Começou a iconoclastia: depois de destruírem a homenagem aos índios norte-americanos do Washington Redskins, agora homenagear policiais é "racista"
Tem aumentado a pressão sobre os times americanos em nome de um revisionismo histórico por conta dos protestos dos vândalos do Black Lives Matter. O Washington Red Skin, time da NFL, já cedeu ao politicamente correto e irá mudar o nome e o logotipo para agradar os justiceiros sociais. Agora é a vez do time de baseball Texas Ranger virar alvo da esquerda.
Karen Attiah, editora do jornal The Washington Post, publicou um artigo na semana passada criticando nome do time por ter origem “racista e violenta”
:“Os Rangers oprimiram os negros e capturaram escravos que tentaram fugir para o México; na Guerra Civil, mataram negros livres e não foram punidos.”
O nome da equipe, segundo Daily Wire, teve inspiração nos atos heroicos da agência policial de investigação “Texas Rangers Division”, criada por Stephen F. Austin, em 1823, com sede em Austin, capital do Texas:
Os Rangers evitaram o assassinato do presidente William Howard Taft e perseguiram bandidos como Bonnie e Clyde. Mais de 120 morreram no cumprimento do dever.”
O time declarou à impressa que a despeito do nome ser inspirado na agência policial, o Texas Rangers Baseball Club forjou sua própria identidade independente:
O Texas Rangers Baseball Club significa igualdade. Condenamos o racismo, o fanatismo e a discriminação em todas as formas.”
Fonte: Senso Incomum

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.