VACINA DE OXFORD CONTRA COVID UTILIZA PROTEÍNA DE CÉLULAS DE FETOS ABORTADOS

Por Olivier 
Vacina está sendo testado em São Paulo com apoio da Fundação Lemann
De acordo portal Estudos Nacionais, a vacina desenvolvida contra Covid-19, a ChAdOx1 nCoV-19, foi produzida a partir de uma linha de células renais fetais humanas chamada HEK-293.
“O HEK-293 foi originalmente derivado de tecido renal retirado de uma menina que foi abortada na Holanda em 1972 e posteriormente desenvolvida em uma linhagem celular em um laboratório em 1973”, informou o portal.
De acordo com Children of God for Life, organização líder mundial pró-vida na campanha de vacinas éticas, medicamentos e produtos para o consumidor, a vacina ChAdOx1 e a AZD 1222 usam a HEK-293 na sua linha de produção.
As vacinas começaram a ser aplicada em São Paulo. O bilionário Jorge Paulo Lemann, fundador da Fundação Lemann, comemorou os testes em humanos:
“No último final de semana (20 e 21 de junho), a Fundação Lemann teve a oportunidade de celebrar com os parceiros envolvidos e especialistas responsáveis, o início dos testes em São Paulo para a vacina ChAdOx1 nCoV-19, liderada globalmente pela Universidade de Oxford.”
O portal Estudos Nacionais ainda informa que os testes da vacina serão aplicados em dois mil voluntários em São Paulo e mil no Rio de Janeiro pela Rede D’Or.
Fonte: Senso Incomum

Postar um comentário

7 Comentários

  1. Eu quero receber essa vacina, quando vai está disponível??

    ResponderExcluir
  2. Não aceito nada que venha da China kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esta vacina não vem da China. Tem procedência na Europa. Muito mais chances de eficácia.

      Excluir
  3. Se for aprovar o que vocês querem.Nâo da pra mim.Detesto a China

    ResponderExcluir
  4. Não devemos apoiar e incentivar o uso de fetos na medicina. Isso é anti ético e diabólico

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.