AÇÃO QUE BUSCA BARRAR REELEIÇÃO DE MAIA E ALCOLUMBRE CAI NAS MÃO DE GILMAR MENDES

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, não é vidente, mas acertou uma previsão. Às 9 horas desta sexta-feira, 7, ele apostou que a ação de seu partido no Supremo Tribunal Federal (STF) que busca barrar uma possível reeleição dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), cairia nas mãos dos ministros Gilmar Mendes ou Alexandre de Moraes.
Dito e feito. O ministro Celso de Mello, do STF, se declarou impedido de julgar a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) do PTB e Mendes foi declarado o novo relator. Procurado por Oeste, ele não se mostrou surpreso. “Cumprimos o nosso dever democrático e constitucional de ingressar no Supremo para tentar impedir esse escândalo que seria a reeleição do Maia e do Alcolumbre”, destaca.
O relator, entretanto, não é um problema. Para ele, fosse Mello ou Moraes, Jefferson deixou claro que não confiaria em nenhum deles. “Esteja nas mãos do relator que estiver no Supremo, nós não confiamos em nenhum. São todos farinha do mesmo saco”, criticou.
Fonte: Notícia Brasil Online


Postar um comentário

0 Comentários