GOVERNO MIRA MERCENÁRIOS ESTRANGEIROS ABRIGADOS PELO COMANDO VERMELHO

Além de milhares de afiliados, o arsenal do Comando Vermelho estaria na casa dos 5 mil fuzis.
Um relatório de inteligência do governo Jair Bolsonaro diz que o Comando Vermelho abriga “mercenários da África e Europa Oriental” no Rio de Janeiro.
De acordo com matéria publicada pela revista Veja, nesta segunda-feira (24), os mercenários têm experiência militar para treinar e armar a facção criminosa.
O Comando Vermelho é a maior facção do tráfico da capital fluminense. 
A inteligência do governo federal estima que a organização criminosa já possua um exército de 30 mil faccionados com braços no Acre e no Amazonas.
Enquanto o STF conduz a política de segurança pública no Rio, o crime vai aumentando o efetivo e se especializando. Com seus braços no Norte, ele controla a cadeia da droga no Brasil. É uma Farc em criação, que pode sair do controle do Estado”, diz uma fonte do governo à revista Veja.

Postar um comentário

2 Comentários

  1. Sim e isso procede assim e não tem o que fazer pra defender nossa nação porque o crime maior está no STF QUE TEM A última palavra na defesa do crime afinal já não passou da hora de trocar os criminosos de altíssima periculidade do STF pedindo auxílio da força internacional estão esperando o que sabendo desses procedimentos escancarrados ???

    ResponderExcluir
  2. Presidente precisamos mais uma vez do Exército Brasileiro para destruir das pernas a cabeça essa facção que esfrega na cara da sociedade brasileira o seu poderio bélico que há anos já saiu do Rio de Janeiro.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.