BRASIL E EUA PRETENDEM FORMAR ALIANÇA MUNDIAL CONTRA O ABORTO

Os governos do Brasil e dos Estados Unidos pretendem liderar uma aliança internacional que tem como princípios básicos a questão da saúde da mulher. A iniciativa é pautada pela decisão dos dois governos de reafirmar a rejeição ao aborto e a promoção da defesa da família.
Em discurso na Fundação Getúlio Vargas na última terça-feira (25/08), o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chaman, fez referência ao projeto. O embaixador afirmou que Brasil e Estados Unidos estão patrocinando a Declaração do Consenso de Genebra, que trata de temas de saúde da mulher e defesa da família.
Diante do anúncio, a esquerda abortista reagiu imediatamente. Nesta quarta-feira (2), a entidade esquerdista Conectas Direitos Humanos apresentou um requerimento à Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional e à Comissão de Direitos Humanos do Senado solicitando esclarecimentos do chanceler Ernesto Araújo sobre o tema.
Com informaçoes, Crítica Nacional

Postar um comentário

2 Comentários

  1. O título está com um pequeno erro !!!!!

    ResponderExcluir
  2. Vamos assinar sim este e outros acordo, como drogas, e, se possível, até corrupcão, tornando crime mútuo, de forma a afastar de vez essas ameaças q tanto mal faz ao povo brasileiro. Ontem, hoje e sempre, os mesmos valores, princípios e ideais.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.