BOLSONARO CANCELA CONTRATO DA COMPRA DE 46 MILHÕES DE DOSES DA CORONA VEC

O presidente Jair Bolsonaro decidiu cancelar o acordo firmado pelo Ministério da Saúde para a compra de 46 milhões de doses da CoronaVac, a vacina contra covid-19 desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo.
A reportagem dPoder360 apurou que Bolsonaro enviou mensagens a ministros com o seguinte teor:
Alerto que não compraremos vacina da China.
Bem como meu governo não mantém diálogo com João Doria sobre covid-19“.
O presidente e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), são desafetos políticos.
Bolsonaro também manifestou publicamente sua percepção negativa sobre a vacina chinesa. Em resposta a usuários do Facebook, o presidente reforçou que o Brasil não comprará o imunizante da China e falou até em “traição“.


A decisão de Bolsonaro desautoriza o ministro Eduardo Pazuello (Saúde), que havia assinado o protocolo para a aquisição das doses na véspera (3ª feira, 20.out.2020). Eis o anúncio (84 KB) feito pela pasta na tarde desta 3ª feira.
O acordo previa a edição de medida provisória para disponibilizar crédito de R$ 1,9 bilhão para comprar as vacinas.
Entusiasta da CoronaVac, João Doria tem reunião nesta 4ª feira (21.out), em Brasília, com o presidente da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), Antonio Barra Torres.
A agência precisa autorizar o registro da vacina para que as doses possam ser disponibilizadas à população. 
Nos últimos dias, Bolsonaro e Doria têm divergido também sobre a obrigatoriedade da aplicação da vacina assim que ela estiver disponível. O tucano diz que irá exigir a imunização em São Paulo. Já o presidente afirma que o governo federal não tornará a vacinação obrigatória e que cabe ao Ministério da Saúde recomendações dessa natureza.

Postar um comentário

10 Comentários

  1. Vou torcer para que, ao libertar esses detentos, os mesmos assaltem de forma humilhante, violentem e estrupem, tds os Ministros do Supremo que corroborarem com este desmandos, e tda suas Famílias.

    ResponderExcluir
  2. Quem deve tomar a maldita vacina Chinesa, em primeiríssimo lugar, deve ser os desgraçados dos Governadores dos Estados adeptos a ela, e tda a raça política que os apoiam neste sentido.
    Depois de verem os resultados, em sendo positivos, devem liberar para o povão em massa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cpncordo plenamente! Comecando com o daqui do Para! Helder Barbalho...sem furar a fila.

      Excluir
  3. O Presidente está certíssimo, jamais tomaria a vacina da China!!!
    Uma vacina precisa de anos de estudo.
    Parabéns Presidente🌹❤🌹👏👏👏👏

    ResponderExcluir
  4. Parabéns, Presidente Jair Bolsonaro! Obrigado: Votaria no senhor novamente.

    ResponderExcluir
  5. O nosso presidente está certo ..👍

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela atitude Presidente, o senhor esta certissimo, deixa so os Governadores comunistas tomarem essa vecina envenenada que não vai servir pra nada.

    ResponderExcluir
  7. Em todos os paises do Mundo o presidente é quem da as ordens, no Brasil é o STF, mais tudo que acontece de ruim passam a bola para o Presidente.

    ResponderExcluir
  8. esse é o nosso Presidente parabéns por zelar e se preocupar com os danos que essa vacina possa fazer com todos nós quem deve servir de cobaia tem que ser todos os governadores começando pelo Doria inclusive pra ele dose dupla kkkkkk

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.