PRECISAMOS DE UM PARTIDO CONSERVADOR

Por Wilson Oliveira
Esta eleição municipal de 2020 mais uma vez está evidenciando qual deve ser o próximo passo dos conservadores na política: construir um partido conservador.
E toda vez que falamos sobre isso, sempre surge aquela máxima: "Precisamos apoiar o Aliança pelo Brasil!". Sim, é verdade. Porém, o Aliança também precisa se apoiar. Eduardo é o cabeça do partido, mas praticamente não fala do mesmo publicamente.
Eu sei que por ele ser filiado ao PSL não é tão simples ficar falando do Aliança. Mas também não falar nada, nunca, deixa a impressão que o partido que segue em construção está morto. Os conservadores não fazem a mínima ideia nem mesmo se suas fichas chegaram e serviram pra algo...
Sem um partido conservador nós nunca vamos conseguir ocupar o espaço a que temos direito no poder legislativo.
Nós temos conservadores se candidatando por PRTB, PSL, Patriotas, PSC, Republicanos etc. Essa pulverização significa que nunca (ou praticamente nunca) vamos ter chance de presidir Câmara, Senado e assembleias estaduais e municipais.
E se não presidimos as casas legislativas nem sequer temos uma bancada partidária inteiramente conservadora, no máximo temos zumbis espalhados pelo poder legislativo com poder de ação muitíssimo limitado. É o que acontece com nossos poucos deputados conservadores lá em Brasília, por exemplo.
E é exatamente por isso, para a tristeza de todos nós, que o Bolsonaro é obrigado a entregar um braço e uma perna aos militares e o outro braço e a outra perna ao centrão (sendo que o centrão só existe na Câmara, no Senado mesmo o governo não tem nada).
Fonte: O Congressista
Leia também:

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Eu não acredito no vínculo de vários partidário, acho muito difícil nos buscamos uma hegemonia em criação de mais Partidos. Acredito que o Brasil só sairá do lugar quando o País tiver apenas dois Partidos, eliminando de vez Partidos de esquerda. Muitos, ou todos as militância, os políticos e os colaboradores de esquerda, só estão nesta condição pq existe retorno financeiro. O Brasil na forma bipartidarista teria mais oportunidade de decisão, haveria menas corrupção, menos cargos, mais eficiência, nas poder e respeito. É preciso eliminar as frentes comunistas, socialistas, liberal, trabalhista, cristã, sindicalista, operária, ambientalista, progressista e outras aberracões que só fazem o país sangrar. Vamos fazer o Brasil crescer em uma forma bipartidaria.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.