COMISSÃO DO SENADO VAI ANALISAR PROPOSTA DE BOMBA ATÔMICA PARA DEFESA DE SOBERANIA NACIONAL

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado vai ter de analisar uma proposta popular para que o Brasil tenha um arsenal atômico para defesa da soberania nacional.
A ideia foi apresentada em outubro por um morador Vito Angelo Duarte Pascaretta do Paraná (PR), por meio da plataforma “e-Cidadania”, onde recebeu mais de 20 mil assinaturas e o argumento utilizado é de que “as Forças Armadas Brasileiras necessitam da bomba nuclear para dissuadir interferência estrangeira em nosso território nacional”.
O texto só passará a tramitar no Senado como projeto de lei caso seja aprovado pelo colegiado. O senador petista Paulo Paim é o relator da matéria.
Pelas regras da Casa, quaisquer ideias legislativas oriundas do “e-Cidadania” que superem os 20 mil apoios são transformadas em sugestões que precisam necessariamente ser avaliadas pela Comissão de Direitos Humanos.
Fonte: Gazeta Brasil

Postar um comentário

3 Comentários

  1. Com Paulo Paim como relator nao vai sair nada de bom pro Brasil.
    Precisamos da bomba sim pra deixar os Macrons e Merkels entre outros de bico fechado .

    ResponderExcluir
  2. Relator Paulo Paim? Do PT? Esqueça, não vingará.....

    ResponderExcluir
  3. Entre o Senado aprovar e vc for capaz de fazer, existe um mar de dificuldades, onde muitos Países jogarão muito Pesado a fim de evitar que tenhamos a Bomba Atômica; é sem dúvida, a maior arma de dissuasão existente no Mundo. Caso tivesse-mos com certeza já poderíamos fazer parte do Conselho de Segurança da ONU e o Presidente não precisaria ouvir muita besteira sobre a Amazônia de Soberania Relativa da região.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.