AGUÁ VIRA PRODUTO FINANCEIRO NO WALL STREET

Para relator especial das Nações Unidas, a notícia de que a água será negociada no mercado de futuros mostra que seu valor, como direito humano básico, 'está agora sob ameaça'
A água tornou-se um produto financeiro na Califórnia, a partir desta semana, se juntando a ouro, petróleo e outras commodities negociadas na bolsa, provocando reação de um relator especial das Nações Unidas sobre especulação com o produto considerado um direito humano.
No dia 7 deste mês, a Bolsa de Chicago e o Nasdaq lançaram os primeiros contratos futuros de água da Califórnia.
O objetivo é de fornecer aos produtores agrícolas, comerciantes e municípios a possibilidade de fazer hedge sobre a disponibilidade futura de água nesse que é o maior mercado agrícola dos EUA.
Fonte: Valor Econômico

Postar um comentário

0 Comentários