QUEREM PENSAR POR NÓS. NÃO SE TRATA DE NEGACIONISMO E SIM LIVRE ARBÍTRIO


Por Patrícia Carvalho 
Geração formada pelo PT
Observação rápida: Em 2019, foi divulgado o ranking mundial de educação em matemática e ciências (Pisa – com dados de 2018).
Entre 80 países, os estudantes brasileiros de classificaram entre os 10 últimos na disciplina matemática.
Trocando em miúdos: o PT ‘criou’ uma geração que não sabe fazer contas básicas.
Vírus Chinês
Já se sabe que a taxa de mortalidade da praga chinesa não é alta.
O que a mídia tem feito com você é ‘martelar’ o seguinte mantra:
“Você vai morrer (foto de cemitério, foto de UTI) … você vai morrer (foto de cemitério, foto de UTI) … você vai morrer (foto de cemitério, foto de UTI) … você vai morrer (foto de cemitério, foto de UTI) … você vai morrer (foto de cemitério, foto de UTI) … você vai morrer … (foto de cemitério, foto de UTI)”
Não é bem por aí … aliás, não é nada por aí. 
Embora os números gerais de óbitos (+ de 200 mil) sejam elevados e (a princípio) possam assustar, o Brasil se encontra na 21ª posição em mortes por milhão de habitantes.
Sigamos adiante …
Vários médicos (responsáveis) já declararam em alto e bom tom que, a cada 100 pessoas que contraírem a desgraça chinesa, apenas uma pequena parte (nº pode variar de 3 a 10) terá sintomas.
Desses que terão sintomas, uma pequena parte será internada.
Desses que serão internados, uma pequena parte irá para a UTI.
Desses que estão na UTI, cerca de 30% virão a óbito.
Deu pra entender, caro internauta, que a chance de você (que está apavorado) morrer desta praga é relativamente pequena?
E a chance de sobrevivência aumenta ainda mais se, nos primeiros sintomas, você procurar um médico de confiança (ou até mesmo o SUS) e se submeter ao ‘tratamento proibido’ (precoce).
Vírus Chinês – vacinas
Gostaríamos de destacar que somos 100% a favor de vacinações, desde que não sejam experimentais.
Voltando ao assunto da matemática …
Incluindo os assintomáticos (que são a maioria) + os que tiveram sintomas e se curaram + aqueles que ficaram internados e também se curaram, temos um percentual acima de 98-99% pessoas que já estão com anticorpos … afinal de contas, todos passaram pela doença.
Correto?
Agora eu te pergunto:
Se a maioria já possui anticorpos, então por qual motivo deveriam receber outra dose de (supostos) anticorpos experimentais?
Não me responda que é para ‘reforçar’ a imunidade … pelo amor de Deus!
Essa é a minha análise … a opinião da Patrícia Carvalho.
Se você pensa diferente, eu respeito.
Ao menos você faz parte da turma que pensa!
Fonte: Diário do Brasil
Leia também:

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Excelente artigo, concordo plenamente com os argumentos defendidos.

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.