Banner Acima Menu INTERNAS

- PUBLICIDADE -

Militância se queixa de “muitos homens brancos” em foto de Lula e Alckmin

Por Monique Mello
Imagem criticada é do evento que formalizou a indicação do ex-tucano para vice na chapa do petista
Seguidores da esquerda apontaram um “erro” em uma foto do evento que formalizou a indicação do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB) a vice do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A imagem em questão foi criticada por conter uma maioria de homens brancos.
Sendo a diversidade uma das pautas do progressismo, esquerdistas apontaram que a falta de mulheres, negros e até transexuais é prejudicial à campanha de Lula para tirar Bolsonaro do poder.
– Tem 2 mulheres na foto, uma delas é mulher do Lula (não vai ter cargo politico), 0 [zero] pessoas negras, 0 [zero] trans e por vai. Lula é o único candidato que pode vencer o Bolsonaro, se ele vencer, ao que parece, essa vai ser a cara do governo dele, isso sem falar do Alckmin – apontou um internauta.
As duas únicas mulheres na foto são a presidente do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann, e a socióloga Rosângela da Silva, companheira do ex-presidente.
Durante seu discurso no evento, Lula chegou a comentou o assunto.
– Na próxima reunião, para cada homem na mesa, [que] tenha uma mulher – sugeriu.
O petista falou em aumentar a participação feminina na política brasileira, citando o México como exemplo.
– No México, a Câmara dos Deputados tem 52% de mulheres. O Senado tem 46% de mulheres e nas prefeituras eles já têm 35% de mulheres. Eu não quero chegar a tanto tão rápido, mas pelo menos repartir um pouco mais as cadeiras e colocar mais mulheres – disse Lula.
Fonte: Pleno News 
Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo, através do nosso canal no Telegram!

Postar um comentário

0 Comentários