JUSTIÇA DERRUBA LIMINAR QUE IMPEDIA ABERTURA DE COMÉRCIO NO DF

A decisão tem impacto sobre diversos setores, como bares, restaurantes e academias, por exemplo, e responde a recurso da PGDF.
O desembargador federal Ítalo Fioravanti Sabo Mendes suspendeu a decisão liminar que impedia que o Governo do Distrito Federal (GDF) promovesse a reabertura de atividades não essenciais diante da pandemia do novo coronavírus.
O governador Ibaneis Rocha (MDB) comemorou a decisão, em resposta ao recurso impetrado pela Procuradoria-Geral do DF.
“Eu estava abatido por conta da dificuldade. Eu fui eleito para governar, não cometi nenhum ato de irresponsabilidade, não tem nenhum ato que eu tenha tomado que tenha sido questionado. Eu tinha suspendido todas as reuniões por que não fazia sentido me reunir, fazer estudos, sem poder decidir”, disse Ibaneis.
“A partir de agora, eu volto a me reunir com todos os setores, volto a colocar toda a máquina do governo para trabalhar em torno das aberturas e vou fazer tudo com responsabilidade”, assegurou.
Fonte: Mertrópoles

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Parabéns Ibaneis pela sua competência e carinho em administrar nossa cidade...Eu gostaria muito de ter o prazer de conhecê lo pessoalmente...um abraço cordial.....

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.