OBRAS AVANÇAM EM MAIS UMA ETAPA DE REVITALIZAÇÃO DA W3 SUL

Agora nas quadras 509 e 510, operários cuidam de renovação das calçadas do comércio mais antigo de BrasíliaO Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Secretaria de Obras e da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), já iniciou a reconstrução das calçadas que circundam as quadras 509 e 510 Sul. Os pisos de pedra portuguesa dos passeios comerciais das vias W2 e W3 estão sendo substituídos por placas de concreto de 40cm x 40cm que darão mais acessibilidade e segurança a quem circula por lá. Trata-se de mais uma etapa do projeto histórico de revitalização da principal via comercial de Brasília.
“Enfrentamos muitos desafios e obstáculos que serviram de aprendizado para a revitalização das demais quadras”, afirma Luciano Carvalho, secretário de Obras do DF.
Cerca de 65% das obras de infraestrutura e urbanização das quadras 509 e 510 Sul já foram concluídas. Por lá já está pronta boa parte dos estacionamentos da W2, feitos em bloquetes de concreto. As pedras portuguesas, símbolos das calçadas da W3, saíram da área de circulação, mas voltarão ao longo de uma faixa na qual estão instalados os postes de energia e as placas de sinalização. Também começaram a ser colocados os blocos de meios-fios entre as duas pistas, no canteiro central.
Até o momento, o GDF já concluiu a revitalização das quadras 511 e 512 Sul e planeja entregar o conjunto das quadras 509 e 510 Sul ainda na segunda quinzena de agosto. Além da troca das calçadas e a readequação do sistema viário com estacionamentos, estão previstas obras de acessibilidade, paisagismo, recuperação dos becos entre os blocos e serviços complementares de drenagem e sinalização.
Secretário de Obras do Distrito Federal, Luciano Carvalho ressalta que a primeira etapa do projeto de revitalização da W3 Sul serviu de aprendizado para que problemas enfrentados sejam solucionados com mais rapidez.
“Enfrentamos muitos desafios e obstáculos que serviram de aprendizado para a revitalização das demais quadras”, conta. “O que temos agora são serviços mais limpos, ágeis e corretos, o que evita alguns retrabalhos que tivemos nas primeiras duas quadras.”
Investimentos futuros
Secretaria de Obras atua na licitação da execução das quadras 513 e 514 Sul, enquanto conclui o projeto básico para licitar a revitalização das quadras 502 a 508 Sul. Nesse conjunto de sete quadras, o investimento previsto é de R$ 13 milhões.
O governo planeja licitar em 18 de agosto a revitalização das quadras 515 e 516 Sul – só ali serão aplicados R$ 3.543.293,30. A verba virá de um convênio feito com a Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap). “Os recursos arrecadados com a venda de terrenos se transformam em realizações que melhoram a vida da população, com investimento em infraestrutura e tecnologia”, afirma o presidente da estatal, Izídio Santos.
De acordo com o secretário de Governo do DF, José Humberto Pires, cumprida a etapa de licitação das obras, a expectativa é de que seja possível já colocar as máquinas para revitalizar todas as quadras restantes da W3 em setembro. “Estamos com os projetos prontos, todos eles harmonizados urbanisticamente. Ao licitar, tiramos do papel o sonho de ver a W3 Sul revalorizada”, prevê o gestor.
Público de ocasião
Há dez anos trabalhando na W3, Karin Caruline Peixoto é atendente de uma loja de aluguel de roupas na 509 Sul e conta ser a primeira vez que vê uma obra na via. Em comparação aos trabalhos nas quadras 511 e 512, ela considerou rápida a pavimentação da calçada depois que as pedras portuguesas foram retiradas.
“As calçadas aqui sempre foram muito ruins. Nossas expectativas de aumento de consumidores circulando após essas reformas são grandes”, declara.
O mesmo prognóstico faz Selmy Constante, da Banca da Sel. Moradora da Asa Sul e também há uma década trabalhando no ponto, ela diz já ter presenciado muitas pessoas caindo ao andar pelas calçadas esburacadas e com pedras soltas.
Voltada a um público de ocasião, que só consome os produtos vendidos na banca quando passam por lá, ela acredita que o novo piso vai dar mais segurança para que as pessoas caminhem mais à vontade. “Eu preciso muito das pessoas transitando por aqui”, resume.
Administradora regional do Plano Piloto, Ilka Teodoro também acha que os trabalhos nesta segunda fase estão fluindo com mais agilidade do que que na primeira. Para ela, quem circula por lá já sente que as coisas mudaram para melhor. “A gente percebe que tanto os moradores quanto os comerciantes já sentem a dinâmica do espaço mudar, isso antes mesmo de a obra acabar”, comemora.
Domingos e feriados de lazer
Outra ação exitosa do GDF de resgate da história da W3 Sul é o Viva W3. O fechamento das pistas entre as quadras 503/703 e 515/715, exclusivamente para a circulação de pedestres em atividades esportivas e de lazer, tem atraído moradores aos domingos e feriados. É uma aposta, por parte do governo, de humanização da região.
A revitalização da passagem que fica entre os blocos do comércio na avenida W3 é outra iniciativa de transformação da via. Trata-se de uma das medidas que integram o projeto Adote uma Praça, coordenado pela Secretaria de Projetos Especiais do DF.
Fonte: Agência Brasília

Nenhum comentário:

Obrigado pela sugestão.

BOMBEIROS DF. Tecnologia do Blogger.