BOLSONARO ABRE O JOGO: “PAÍS ESTÁ SE ENDIVIDANDO COM PAGAMENTO DO AUXÍLIO EMERGENCIAL”

O presidente Jair Bolsonaro voltou a afirmar nesta quinta-feira (27) que o auxílio emergencial será prorrogado até o final do ano, mas ponderou que o benefício promove endividamento do país e afirmou que o valor atual, de R$ 600, deverá ser reduzido.
Vamos prorrogar o auxílio até o final do ano. Eu falei na semana passada: R$ 600 é muito. O pessoal bateu em mim. É pouco para quem recebe, mas é muito para quem paga. Esse dinheiro é endividamento. São R$ 50 bilhões por mês”, disse ele durante live semanal em suas redes sociais. “Não dá para manter os R$ 600. Falaram em R$ 200, é pouco também demais. E digo: R$ 600 é pouco para quem recebe, mas muito para quem paga. O pessoal da maldade. Não podemos continuar nos endividando.”
Fonte: Pleno News


Postar um comentário

1 Comentários

  1. Nunca tivemos nesse país um governo tão competente como o do atual presidente Jair Messias BOLSONARO.Gratidão é tudo...

    ResponderExcluir

Obrigado pela sugestão.