ELEITORES DOS EUA QUEREM SABER SE PODEM MUDAR O VOTO

Por Cristyan Costa 
Mais de 92 milhões já compareceram às urnas antecipadamente
Apesar de mais de 92 milhões de eleitores dos Estados Unidos já terem votado, alguns podem estar se perguntando sobre a possibilidade de trocar o candidato que escolheram. Pesquisas no Google em território norte-americano com a frase “posso mudar meu voto” alcançaram o pico na terça-feira, 27. Numa escala de 0 a 100, que a plataforma de buscas utiliza para mensurar o interesse dos internautas, a pergunta atingiu o número máximo. A dúvida foi expressiva em Delaware, reduto democrata e que deu a Joe Biden quatro mandatos ao Senado. O mesmo ocorreu em Estados-pêndulo — como são chamados os locais que têm peso pra definir o resultado final —, como Maine, Pensilvânia, Flórida, Ohio, Michigan, Carolina do Norte, Iowa, Wisconsin e Arizona.
Nos EUA, alguns locais permitem alterar o voto, mas com restrições. Em Nova York, por exemplo, se você enviou uma cédula de “ausente”, porém mudou de ideia, pode comparecer à zona eleitoral durante a votação antecipada, ou em 3 de novembro, e votar. Assim, a cédula de ausente é anulada e uma nova passa a valer. Também é possível escolher outro candidato em Michigan, Minnesota, New Hampshire, Wisconsin, entre outros. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, encorajou a prática ao alegar que a tendência o favorece: “[A pergunta] se refere à mudança de votos para mim. Na maioria dos Estados, você pode fazê-lo”. Os EUA escolherão o próximo presidente no dia 3 de novembro.
Fonte: Revista Oeste

Postar um comentário

0 Comentários