Banner Acima Menu INTERNAS

- PUBLICIDADE -

Novo ministro chega com o “pé na porta” e avisa que vai começar estudos para privatizar a Petrobras

Em seu primeiro pronunciamento como ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida afirmou que é urgente dar prosseguimento ao processo de capitalização da Eletrobras e que vai priorizar os estudos para a privatização da Petrobras e da Pré-Sal Petróleo S.A. 
Adolfo Sachsida ocupava a chefia da Assessoria Especial de Assuntos Estratégicos do Ministério da Economia e assume o lugar de Bento Albuquerque, que pediu exoneração nesta quarta-feira. Ele destacou que seu primeiro ato como ministro será solicitar ao ministro Paulo Guedes, presidente do conselho do PPI, Programa de Parceria de Investimentos, a inclusão desses novos estudos de privatização.
Saschida defendeu ainda que neste momento de desafios geopolíticos existe uma realocação da produtividade mundial, que pode beneficiar o Brasil caso o país passe por medidas estruturais. 
O novo ministro destacou também a necessidade de parceria do governo federal com o Congresso Nacional para aprovar marcos legais do setor energético. 
Durante declaração à imprensa, o novo dirigente afirmou ainda que o Brasil é uma importante referência mundial no que se refere a segurança energética e que o país se orgulha de possuir fontes de energia limpa e sustentável.
Receba de forma ágil todo o nosso conteúdo, através do nosso canal no Telegram!

Postar um comentário

0 Comentários